Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Abaixo o preconceito

Mais um estado norte-americano torna legal a união homossexual

Por 

O governador de New Hampshire (EUA), John Lynch, disse nesse final de semana, na cidade de Concord, que vai tornar legal as uniões civis entre casais gays daqueles estado. As informações são do site Findlaw.

“Eu acredito que a minha determinação é uma questão de consciência e Justiça. Além de tudo isso é algo que trata de evitar ainda mais a discriminação”, afirmou o governador Lynch.

New Hampshire se tornará, assim, o quarto estado dos Estados Unidos a adotar uniões civis para membros do mesmo sexo, seguindo uma tendência já vigente nos estados de Vermont e New Jersey. O único estado a admitir o vocábulo “casamento” para as uniões gays continua sendo Massachusetts.

No fim do ano passado o prefeito de São Francisco, Gavin Newson, pôs o casamento na luz da ribalta dos EUA ao ter permitido que casais homossexuais se casassem na prefeitura. Cortes da Califórnia suspenderam tais uniões e vetaram 4.037 licenças de casamento, alegando que se tratava de questão constitucional em essência, vez que o prefeito não teria autoridade para autorizar casamentos sob a letra da lei.

Desde 2004, quando Massachusetts se tornou o primeiro estado a admitir legalmente o casamento gay, advogados passaram a ver na Califórnia uma de suas maiores esperanças para expandir o movimento em prol dessas uniões. A Califórnia é o lar da maioria dos casais gays dos Estados Unidos e é um dos 26 estados a limitar o casamento a homens com mulheres. Outros 19 estados aprovaram emendas constitucionais brecando o casamento gay, após Massachussetts ter dado a eles o direito de casar.

 é repórter especial da revista Consultor Jurídico

Revista Consultor Jurídico, 22 de abril de 2007, 16h46

Comentários de leitores

2 comentários

bacana

Carolaine ()

bacana

E....?

Richard Smith (Consultor)

E....?

Comentários encerrados em 30/04/2007.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.