Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

No formigueiro

Senador Expedito Júnior recorre ao TSE contra cassação

O senador Expedito Júnior (PR-RO recorreu ao Tribunal Superior Eleitoral pedindo a suspensão da decisão que cassou seu mandato. Ele pretende continuar em exercício até o julgamento do mérito do recurso pelo TSE. O processo será analisado pelo ministro Caputo Bastos.

Expedito Júnior foi acusado pelo Ministério Público de fazer parte de um esquema que contratou funcionários de uma empresa para trabalhar como “formiguinhas” (nome dado aos cabos eleitorais em Rondônia), às vésperas do primeiro turno das últimas eleições.

Os formiguinhas teriam recebido R$ 100 cada um, para votar em um grupo de candidatos que incluía o senador e o governador eleito de Rondônia, Ivo Cassol. Pessoas ligadas a Expedito teriam depositado o valor na conta de 959 funcionários da empresa, de propriedade do irmão do senador.

O Tribunal Regional Eleitoral de Rondônia julgou procedente a ação de Impugnação de Mandato Eletivo 2 e, por decisão unânime, cassou o senador por ter cometido crime eleitoral de compra de votos.

MC 2.191

Revista Consultor Jurídico, 16 de abril de 2007, 19h50

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 24/04/2007.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.