Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Sob os olhos

Polícia Federal e Abin investigam belga vinculado a Al Qaeda

Por 

A polícia brasileira está investigando as atividades de um cidadão belga supostamente vinculado ao Grupo de Combatentes Islâmicos Marroquinos (GICM, em francês), organização que mantém relações com a rede terrorista Al Qaeda.

Natural de Marrocos, o belga Gouram Abdel Hakim, com passagens pelo Rio de Janeiro desde 2003, chegou a ser acusado de planejar um atentado em Bruxelas como membro do GICM

Hakim é investigado há mais de um ano pela Polícia Federal brasileira e também pela Agência Brasileira de Inteligência (ABIN), supostamente a pedido da CIA.

O belga teria entrado no Brasil pela primeira vez como atleta procedente da Bélgica e, desde então, estaria a alargar sua rede de contatos entre empresários e autoridades de origem árabe.

O grupo terrorista que atua no Norte da África, com representantes em vários países europeus, estaria tentando estender a sua rede de atuação na América do Sul.

Como praticante profissional de jiu-jitsu, uma arte marcial popular no Brasil, Hakim tornou-se conhecido em várias academias do Rio de Janeiro após vencer diversos campeonatos.

Confira as técnicas de gerenciamento e marketing usadas pelos escritórios que se destacam no mercado e pelos departamentos jurídicos de sucesso no seminário Gerenciamento e Marketing: Escritórios de Advocacia e Departamentos Jurídicos, promovido pela ConJur.

 é repórter especial da revista Consultor Jurídico

Revista Consultor Jurídico, 14 de abril de 2007, 16h45

Comentários de leitores

3 comentários

Coelag Djalma, SNI não existe mais, há muitos a...

Luiz Fernando (Estudante de Direito)

Coelag Djalma, SNI não existe mais, há muitos anos (hoje se chama ABIN, que nem seria criada por lei se não pudesse fazer investigações). Mas claro que são investigações sigilosas, como é o caso da CIA. Qualquer país tem isso - até o Paraguai tem.

Será que a notícia não errou? Será que não...

Dijalma Lacerda (Advogado Sócio de Escritório - Civil)

Será que a notícia não errou? Será que não seria SNI ? Investigar, a pedido da CIA ???!!! Dijalma Lacerda.

Confessando a minha ignorância, a Abin tem ...

Dijalma Lacerda (Advogado Sócio de Escritório - Civil)

Confessando a minha ignorância, a Abin tem poder investigativo?

Comentários encerrados em 22/04/2007.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.