Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Seleção de bacharéis

Primeira fase do exame da OAB-SP será no domingo

A seccional paulista da OAB faz, neste domingo (15/4), a primeira fase do Exame de Ordem. Mais de 20 mil bacharéis se inscreveram para o exame.

Estão habilitados a participar da prova os bacharéis em Direito que concluíram o curso até o dia 30 de março, mediante comprovação. É preciso também comprovar domicílio eleitoral no estado de São Paulo. O exame será aplicado em 27 cidades do interior, além da capital paulista.

Nesta fase, a prova é objetiva e conta com 100 questões de múltipla escolha, abordando tópicos de Direito Constitucional, Civil, Comercial, Penal, do Trabalho, Administrativo, Tributário, Processual Civil, Processual Penal, Processual do Trabalho e também sobre Estatuto da OAB, seu Regulamento Geral e Código de Ética e Disciplina.

Para ser classificado para a segunda fase do exame, o candidato deve acertar no mínimo 50% das questões.

Os candidatos devem chegar ao local da prova às 7h30 portando documentos de identidade original. Os portões serão fechados às 8 horas. A prova tem duração de cinco horas.

Revista Consultor Jurídico, 11 de abril de 2007, 0h00

Comentários de leitores

3 comentários

Prezado Dr. D'Urso, Muita boa tarde !! Os b...

Renata (Corretor de Seguros)

Prezado Dr. D'Urso, Muita boa tarde !! Os bacharéis estão aguardão vossos argumentos quanto ao assombroso aumento no valor da inscrição em 2007. O senhor responderá qual foi o critério adotado para o referido e desrespeitoso aumento??? 32%, não é mesmo ??? Qual sua explicação ??? Será que pode respeitar esse grande número de pessoas ao menos uma vez ?? Responda, por favor !!

É... O FAMOSO EXAME DE ADMISSÃO, SERÁ ATÉ QDO, ...

Sérgio Paganotto (Advogado Autônomo - Criminal)

É... O FAMOSO EXAME DE ADMISSÃO, SERÁ ATÉ QDO, FICO FELIZ AGORA POR SABER QUE ESTE EXAME SERÁ REALIZADO POR UM INSTITUIÇÃO (CESPE UNB)ATÉ AGORA "ACIMA DE QUALQUER SUSPEITA", POIS ATÉ ENTÃO O EXAME ERA REALIZADO POR SECCIONAIS, CONSIDERADO POR MUITOS, ARTIFÍCIO PARA RESERVADA DE MERCADO, SÓ PASSAVA QUEM "ELES" QUERIAM, ENFIM ERAM VÁRIAS AS SUSPEITAS QUE RECAIAM SEM FALAR NA REPROVAÇÃO OBJETIVA, PARA DEPOIS ENTRADA DE RECURSOS PARA INFLAMAR OS COFRES DAS INTITUIÇÕES, SE ME PERMITEM, QUERO APRESENTAR UMA RECLAMAÇÃO DE UM CANDIDATO AQUI DA MINHA CIDADE: Caros amigos, Peço encarecidamente que divulguem esse texto, pois esta foi a única maneira encontrada para mostrar a sociedade o que anda acontecendo nessas ultimas semanas, até mesmo porque tememos que a situação fique ainda pior. No dia 23 de Março foi divulgado a lista de aprovados no exame da OAB/MT 03/2006 e para a nossa surpresa de 245 candidatos optantes em direito tributário, passaram apenas 12. Exame da Ordem tem o condão de testar se o bacharel está apto ou não para enfrentar a vida real, é essencial, porém, um profissional recem graduado em uma faculdade não é especialista em nenhuma área que tenha escolhido, estará ele buscando na prática pela execução dos trabalhos e com o passar do tempo se aperfeiçoar. Parece-nos que as comissões examinadoras não primam pela avaliação do candidato, mas têm como objetivo provar que nenhum Candidato consegue resolver a prova elaborada pela mesma, ou seja, NÃO HÁ CANDIDATOS APTOS A ADVOGAR ? Além disso, a correção das provas, onde a OAB divulgou no gabarito oficial "o candidato deverá elaborar Repetição de Indébito cumulada com Ação Declaratória de Inexistência de relação jurídico tributário com pedido de tutela antecipada " e ao corrigir as provas temos diversas peças consideradas adequadas pelos examinadores, ainda peças considerada adequada quando apresentada por um candidato e inadequada quando apresentada por outros ? Deixando margem a um alto grau de subjetividade, o que permite a prática de inúmeras injustiças. Não esquecendo que provas onde foram elaboradas a mesma peça onde um candidato obteve pontuação QUATRO, a peça do outro candidato sequer foi corrigida ,ou pior atribuída a nota ZERO, qual critério utilizado pelos Doutos Examinadores ? Senhores, isto fere o princípio da isonomia e da igualdade e do respeito que merece o bacharel em direito, que com muito sacrifício alcançou sua graduação. Como explicar a aprovação de aluna com a peça ´´ANULATÓRIA DE DÉBITO FISCAL``, totalmente errada, inadequada a caso proposto pelo examinador ??? Como explicar a demora de 42 dias para divulgação de apenas 12 aprovados ???? Como explicar a ´´jogada de mestre`` ao divulgarem no site da instituição que os alunos aprovados que fizessem a ´´inscrição relâmpago`` para a próximo certame e lograssem a aprovação seriam restituídos, sendo que a essa altura do campeonato já sabiam que apenas 12 candidatos em direito tributário haviam passado??? Como explicar que apenas uma candidata aprovada aceitou emprestar a cópia da sua prova e os outros se negaram dando desculpas esfarrapas, sendo que os mesmos já têm a aprovação garantida??? Como explicar??? Vale ressaltar ainda, que a OAB lucrará com a interposição dos recursos por volta de R$23.000,00 (vinte e três mil reais) ..... Nós, Bacharéis em Direito, que passamos cinco anos de nossas vidas dedicando ao nosso curso, sonhando com o exercício da advocacia gostaríamos de obter respostas!!!!

Esses bacharéis são mal-formados. Tivessem cons...

allmirante (Advogado Autônomo)

Esses bacharéis são mal-formados. Tivessem consciência jurídica, do direito, da Constituição, entrariam com uma Liminar para exercer a profissão pela qual foram diplomados, e acabariam com esta caprichosa exigência desta instituição completamente estranha aos poderes constituídos.

Comentários encerrados em 19/04/2007.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.