Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Invasão na Nasa

Técnico apontado como hacker deve ser extraditado para os EUA

Apontado como um dos maiores hackers do mundo, um técnico em computadores da Grã-Bretanha deve ser extraditado para os Estados Unidos. Ele não conseguiu ter reconhecido pela Justiça, em Londres, seu pedido para que não fosse extraditado. As informações são do site Findlaw.

Gary McKinnon, um técnico em computação de 41 anos de idade, conhecido como solo, foi indiciado em New Jersey e na Virginia. Ele é acusado de entrar ilegalmente em 100 redes de computadores das Forças Armadas dos Estados Unidos e da Nasa, entre fevereiro de 2001 e março de 2002. Ele teria dado ao governo americano um prejuízo de US$ 700 mil.

Em maio de 2006, um juiz inglês determinou que ele deveria ser julgado nos Estados Unidos. Os juízes Maurice Kay e John Goldring, da Alta Corte Bretã, determinaram na terça-feira (3/4) que McKinnon não tem direito a apelação para evitar sua extradição. O governo dos Estados Unidos chama McKinnon de “ciber-terrorista”.

Em sua defesa, ele alega que invadiu os computadores dos Estados Unidos “procurando os registros de evidências de aparições de discos-voadores”.

Revista Consultor Jurídico, 5 de abril de 2007, 0h00

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 13/04/2007.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.