Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Grampos perdidos

Polícia Federal não encontrou grampos no TSE e no STF

A Polícia Federal foi até o Tribunal Superior Eleitoral e ao Supremo Tribunal Federal e não encontrou grampos nos telefones dos ministros. No dia 18 de setembro, o diretor-geral do TSE, Athayde Fontoura, concedeu entrevista coletiva para dizer que os telefones dos gabinetes no STF dos ministros Marco Aurélio e Cezar Peluso, presidente e vice do Tribunal Superior Eleitoral, estavam grampeados. O fax do gabinete no TSE do ministro Marcelo Ribeiro também estava grampeado.

O ministro Marco Aurélio enviou ofício à presidente do Supremo Tribunal Federal, ministra Ellen Gracie, e ao procurador-geral da República, Antônio Fernando de Souza, para comunicar oficialmente o fato e pedir providências. A Polícia Federal foi acionada e não confirmou que os grampos existem.

A assessoria de imprensa do TSE diz que há a possibilidade de os grampos terem sido retirados depois de encontrados pela empresa que fez a varredura nos telefones. A assessoria do STF confirma que a Polícia Federal fez a investigação e não encontrou as irregularidades. Com a desativação das interceptações, torna-se mais improvável a descoberta dos responsáveis pelos grampos.

A PF garante que não havia sinais de que alguma interceptação telefônica tenha sido feito e retirada recentemente nos telefones dos dois tribunais. A PF ainda criticou a empresa que fez a varredura e anunciou a exist~encia dos grampos, por não ter preservado a área do crime.

Revista Consultor Jurídico, 26 de setembro de 2006, 18h55

Comentários de leitores

8 comentários

Fico envergonhado em Ler algo dessa natureza. P...

cleisac (Professor Universitário - Consumidor)

Fico envergonhado em Ler algo dessa natureza. Primeiro por que está mais que óbvio a intenção dessa "cachoeira" de acusações de última hora que tomou conta do país. O desespero político é cada vez mais vergonhoso quando nós, profissionais do Direito temos que nos preocupar com Notícias Falaciosas que imperam em nosso meio e são jogadas ao vento. Segundo, me entristece perceber que no meio jurídico poucos, apenas poucos, queiram viver sob o "velho chicote" do mandonismo que submeteu até mesmo o judiciário em tempos nada democráticos. Cautela colegas! Cautela! Deixem o denuncismo para a imprensa de 5a categoria, para os pasquins. Esse site é local de produção de ciência.

QUE POLICIA EFICIENTE. NÃO ENCONTRAR NENHUM ES...

Zito (Consultor)

QUE POLICIA EFICIENTE. NÃO ENCONTRAR NENHUM ESCUTA. CUIDADO?

É incrível imaginar que um procedimento resguar...

Fftr (Funcionário público)

É incrível imaginar que um procedimento resguardado pelo sigilo, e que visa a descoberta de provas e investigação de pessoas e grupos criminosos, seja aberta aos interessados. Imaginar que as empresas telefônicas tem o dever de informar seus consumidadores é um absurdo. O juiz deveria então consultar o investigado e informá-lo que será monitorado. Tem graça! Realmente é a ditadura do indivíduo sobre a sociedade.

Ver todos comentários

Comentários encerrados em 04/10/2006.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.