Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Ossos do ofício

Justiça americana prende jornalistas que não revelaram fontes

Por Claudio Julio Tognolli

Dois repórteres do jornal San Francisco Chronicle foram condenados, nesta quinta-feira (21/9), a 18 anos de prisão por terem se recusado a revelar suas fontes. Eles tiveram acesso a informações do júri, sob segredo de Justiça, que julga atletas famosos dos Estados Unidos, como Barry Bonds, um dos maiores jogadores de baseball.

De acordo com o site Findlaw, os repórteres Lance Williams e Mark Fainaru-Wada publicaram uma série de artigos e um livro baseados em depoimentos sigilosos prestados por estrelas do baseball, num caso que apura uso de esteróides anabolizantes. Eles escreveram detalhes sobre as drogas que o atleta Bonds acreditava estar usando por interferência de seu técnico, Greg Anderson, que já ficou três meses atrás das grades por ter se recusado a depor no caso.

Procuradores da República pediram ao juiz Jeffrey White que mandasse os dois repórteres para a cadeia até que concordassem a entregar suas fontes. O juiz mandou os dois entregarem suas fontes até o dia 15 de agosto passado. Na época, ele resgatou um precedente de 1972, da Suprema Corte dos EUA, que entendeu que ninguém, incluindo jornalistas, está acima da lei e tampouco pode se negar a testemunhar diante de um júri federal.

Aos jornalistas, cabe recorrer a Corte de Apelações dos EUA. Nas últimas semanas, Williams e Fainaru-Wada afirmaram que preferiam ir para a cadeia do que revelar suas fontes.

Claudio Julio Tognolli: é repórter especial da revista Consultor Jurídico

Revista Consultor Jurídico, 23 de setembro de 2006, 10h50

Comentários de leitores

8 comentários

Gente, mas (considerando o artigo dos corajosos...

Ana Só (Outros)

Gente, mas (considerando o artigo dos corajosos jornalistas...) do que é que vocês estão falando? Em todo caso, gostei da idéia de moer clausulas pétreas... CF/88... ! Em casa tem um pilão, a quem possa interessar!

Senhor Moreira, O que o senhor diz está na...

tyba (Advogado Autônomo - Empresarial)

Senhor Moreira, O que o senhor diz está na cabeça de muita gente. Mas poucos aceitam assumir esse lado reacionário. Quem sabe, o senhor esteja certo? A política e a violência criminal vêm mudando o diálogo da sociedade. Falta ao país um líder de atitude, carismático, em quem se possa confiar. Lula é carismático. Mas, como ele mesmo diz, se cercou de “traidores”, “bandidos” e pessoas “alopradas”. Sem saber, é claro. As facções criminosas devem pensar: “num país em que ninguém manda, manda a gente”. E lá vem baderna. Os presídios são necessários. Mas grandes investimentos precisam ser feitos em áreas como a da saúde, educação, segurança pública, transporte coletivo, urbanização de favelas e de regiões pobres. De onde tirar os recursos,aí é com o Planejamento e o Tesouro. E volto a dizer: o senhor pode estar certo. Cumprimento-o pela coragem. Abraços. P.S. De fato, "pétreo vira pó”. O problema é moer. No caso, a CF/88.

SR TYBA, AGRADEÇO OS SEUS COMENTÁRIOS E O SE...

A.G. Moreira (Consultor)

SR TYBA, AGRADEÇO OS SEUS COMENTÁRIOS E O SEU MODO "URBANO" DE SE MANIFESTAR, QUANDO DISCORDA . QUANTO À "CLÁUSULA PÉTREA" , ELA PREVALECERÁ, AINDA, POR ALGUM TEMPO . ENTRETANTO, QUANDO O PODER DO CRIME ORGANIZADO, SUPLANTAR O PODER DO ESTADO ( o que já não falta muito ) E QUANDO GOVERNOS COMEÇAREM A CAIR, POR NÃO CONSEGUIREM DAR RESPOSTAS, EFICAZES, AO CRIME ORGANIZADO E , DEBILITADAMENTE, NÃO CONSEGUIREM PROTEGER A POPULAÇÃO , . . . COM CERTEZA , TANTO ESTA CLÁUSULA PÉTREA, COMO TUDO O QUE PROTEGE O CRIMINOSO EM PREJUÍZO DA SOCIEDADE, CAIRÁ POR TERRA, PORQUE O POVO FARÁ UMA REVOLUÇÃO E TUDO O QUE É "PÉTREO" VIRA "PÓ" .

Ver todos comentários

Comentários encerrados em 01/10/2006.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.