Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Imagem e reputação

PSDB deve suspender propaganda que ataca Blairo Maggi em MT

O PSDB tem de suspender a veiculação da propaganda que ataca o candidato ao governo de Mato Grosso pelo PPS, Blairo Maggi. O Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso acolheu o pedido de liminar feito pela coligação do candidato. A propaganda foi ao ar, na última quarta-feira (13/9), às 12 horas, na televisão.

A juíza auxiliar da propaganda Adverci Rates Mendes de Abreu assistiu à propaganda e concluiu que ficou evidente a violação a dispositivos legais.

"O informe publicitário além de conter elementos de computação gráfica mostra que o horário reservado à propaganda política do candidato representado, a pretexto de criticar a atuação do representante, foi efetivamente utilizado, para denegrir sua imagem e reputação junto ao eleitor".

Representação 667

Visite o blog Consultor Jurídico nas Eleições 2006.

Revista Consultor Jurídico, 15 de setembro de 2006, 13h35

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 23/09/2006.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.