Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Crime em SP

Morre em São Paulo coronel que comandou chacina do Carandiru

O coronel da Polícia Militar Ubiratan Guimarães, deputado estadual pelo PTB, foi morto com um tiro em seu apartamento, no bairro dos Jardins, em São Paulo. O crime ocorreu quando ele estava sozinho em casa. Segundo o delegado-geral Marco Antônio Desgualdo, ainda não se sabe quem atirou no coronel. “As primeiras pistas não indicam envolvimento do PCC [facção criminosa Primeiro Comando da Capital]. A porta de trás do apartamento estava aberta”, disse.

Assessores do deputado, que concorria à reeleição, apontam a possibilidade de uma execução por criminosos. “Eles conseguiram”, disseram.

No sábado à noite, o deputado foi deixado em casa pelo motorista. O coronel não tinha agenda de campanha no domingo, mas os assessores estranharam a falta de contato, já que ele costumava telefonar mesmo nos dias em que não tinha compromisso. A informação é do jornal O Estado de S. Paulo.

Segundo pessoas próximas ao deputado, a última pessoa que esteve com ele foi a namorada. No fim da tarde, quando dois assessores chegaram ao apartamento de Ubiratan, encontraram o deputado caído, aparentemente com um tiro na barriga. No início da noite, o corpo apresentava rigidez cadavérica, o que indicava que a morte pode ter ocorrido havia pelo menos 12 horas. A perícia no corpo do deputado começou a ser feita por volta da meia-noite.

Em 2001, ele foi condenado a 632 anos de prisão por ter comandado a chacina do Carandiru, onde morreram 111 presos. Em 15 de fevereiro deste ano, conseguiu absolvição no Órgão Especial do Tribunal de Justiça de São Paulo. A alegação principal foi a de que houve erro no voto dos jurados.

Ubiratan Guimarães estava em seu segundo mandato. Ele foi eleito com 56 mil votos e sua volta à Assembléia Legislativa já era dada como certa, principalmente depois da onda de ataques da facção criminosa PCC.

Em maio deste ano, primeira onda de atentados em São Paulo, Ubiratan disse à revista Consultor Jurídico que os ataques eram terroristas, "iguaizinhos aos ataques de Carlos Lamarca, de Marighella. Só me lembro de bombeiro ter sido atacado quando da guerrilha urbana, em 1969, quando atacaram o Cebe dos Bombeiros em Barro Branco, na Zona Norte de São Paulo, quando vitimaram um bombeiro. Nossas autoridades afrouxaram a disciplina, deram benesses”.

Guimarães apontou o que chamava de benesses. “Sabia que mês passado esses presos falaram que estavam achando o uniforme amarelo feio e pediram para trocar pelo azul? Sabia que a secretaria de administração penitenciária atendeu a pedidos de presos e vai dar, para verem a Copa da Alemanha, 30 tevês de tela plana? Bandido só se recolhe quando vê força maior do que a dele. Todo mundo quer ir pro céu, mas ninguém quer morrer. Eles só vão parar quando um tombar, meu caro. A tropa da PM deveria estar toda na rua, não apenas defendendo suas bases. São Paulo tem ótimos policiais, bom treinamento, mas precisa de determinação. Vencemos a Revolução de 1932, não? Com bandido tem de jogar truco: mostrar força, se não eles pagam para ver. Estão pagando, aliás”.

Revista Consultor Jurídico, 11 de setembro de 2006, 9h32

Comentários de leitores

16 comentários

Calma lá meu amigo Josimar. Por partes: Deve...

Richard Smith (Consultor)

Calma lá meu amigo Josimar. Por partes: Devemos, PESSOALMENTE, amar os nossos inimigos e, com efeito, pagar o mal que nos façam, com o bem. INDIVIDUALMENTE, como decisão e ascese pessoais. No sentido COLETIVO, no entanto, eu entendo que existam tipos de crime que, pela sua hediondez, devam ser castigados com a pena de morte. Em outras palavras: o Estado tem o direito e o dever de proteger a Sociedade, com a apenação à morte para aqueles que incidam nos crimes por ela punidos. E isto não contraria, em absoluto, o cristianismo. Quanto às opiniões do professor, somente de se lamentar. Entre as suas "abalizadissimas" e as de Nosso Senhor Jesus Cristo ("para o fogo do inferno, criado para Satanás e os seus anjos...", "no fogo que não se acaba", "ainda hoje estarás comigo no paraíso", etc. eu acho que ainda fico com a do Cristo e não do nosso caro amigo professor, incrédulo e desanimado. Com relação à tortura por NADA, bem, cada um julga como quer, mas é fato inegável que a Contra-revolução de 1964, GANHOU o conflito armado. Perdendo no entanto a guerra da propaganda, infelizmente. Como disse o Senado Jarbas Passarinho. O brasil é o caso único no mundo aonde quem escreve a História são so VENCIDOS! Para terminar com citações lembro aquela de um articulista: O BRASIL FOI O ÚNICO PAÍS DA HISÓTORIA QUE SALVOU-SE A SI MESMO. Da canalhada comunista que queria nos subjugar. Não acho assim que foi por NADA, mas sim, por MUITO. Nós é que não sabemos reconhecer, haja vista a suposta (de se ver!)vantagem do Indigno na corrida presidencial. Um abraço

Prezado Professôr! São muitas opniões diferent...

Josimar (Consultor)

Prezado Professôr! São muitas opniões diferentes, divergentes, contundentes e respeito à todas. Somente acho que devemos respeitar as opniões principalmente de pessoas que perderam seus filhos também "POR NADA". Quantos bandidos não mataram para simplesmente alimentar um vício ou até mesmo para não morrer, vendem suas vidas para Facções Criminosas como o PCC para servirem o resto da vida também "POR NADA". Ficou provado que existe gente nos Presídios que até morreram sem ter prévia passagem pela Polícia, porém o motivo que estavam presos, era o FLAGRANTE, de determinado ato de vandalismo que pelo dinheiro fácil do PCC foi contratado para: ( Desde à simples distribuição de panfletos com promoção / divulgação do PCC até pessoas que nunca tinham passagem e que foram seduzidas com dinheiro e outras vantagens para atirar bombas de fabricação caseira em ônibus e agências bancárias ). Quanto aos comentários de Religiosos que defendem o perdão ou que devemos combater o mal com o Bem, concordo. Porém, quero ver quem aplica este mandamento, quando alguém próximo de nós sofreu alguma consequência fatal "POR NADA". Acredito que devemos sim perdoar,porém que o perdoado PAGUE POR SEUS ATOS NA JUSTIÇA DOS HOMENS TAMBÉM, pois na Justiça de Deus, todos serão julgados, desde o Moçinho até o Bandido em seu devido tempo. Muitas de nossa ações, pensamentos e comentários, não devem se limitar aos mandamentos, pois ninguém nasceu Santo e se não puder agir de acôrdo com a sua consciencia nesta vida e simplesmente seguir o que diz a Bíblia, penso que esta pessoa seria um Santo e não pecadores como todos nós que aqui expomomos nossas convicções.

Prezado Professôr! São muitas opniões diferent...

Josimar (Consultor)

Prezado Professôr! São muitas opniões diferentes, divergentes, contundentes e respeito à todas. Somente acho que devemos respeitar as opniões principalmente de pessoas que perderam seus filhos também "POR NADA". Quantos bandidos não mataram para simplesmente alimentar um vício ou até mesmo para não morrer, vendem suas vidas para Facções Criminosas como o PCC para servirem o resto da vida também "POR NADA". Ficou provado que existe gente nos Presídios que até morreram sem ter prévia passagem pela Polícia, porém o motivo que estavam presos, era o FLAGRANTE, de determinado ato de vandalismo que pelo dinheiro fácil do PCC foi contratado para: ( Desde à simples distribuição de panfletos com promoção / divulgação do PCC até pessoas que nunca tinham passagem e que foram seduzidas com dinheiro e outras vantagens para atirar bombas de fabricação caseira em ônibus e agências bancárias ). Quanto aos comentários de Religiosos que defendem o perdão ou que devemos combater o mal com o Bem, concordo. Porém, quero ver quem aplica este mandamento, quando alguém próximo de nós sofreu alguma consequência fatal "POR NADA". Acredito que devemos sim perdoar,porém que o perdoado PAGUE POR SEUS ATOS NA JUSTIÇA DOS HOMENS TAMBÉM, pois na Justiça de Deus, todos serão julgados, desde o Moçinho até o Bandido em seu devido tempo. Muitas de nossa ações, pensamentos e comentários, não devem se limitar aos mandamentos, pois ninguém nasceu Santo e se não puder agir de acôrdo com a sua consciencia nesta vida e simplesmente seguir o que diz a Bíblia, penso que esta pessoa seria um Santo e não pecadores como todos nós que aqui expomomos nossas convicções.

Ver todos comentários

Comentários encerrados em 19/09/2006.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.