Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Dados confidenciais

Empresas não acham que podem impedir vazamento de dados

Por 

Um grupo de 63% das corporações dos Estados Unidos, incluindo escritórios de advocacia, acredita que não pode prevenir o vazamento de dados confidenciais. Esses números constam do dossiê Detection & Prevention of Data Breaches Report, divulgado pelo Instituto Ponemom.

A pesquisa que embasa tais dados brotou de 850 entrevistas com experts em segurança, segundo o colunista Eric Sinrod, do site jurídico norte-americano FindLaw. Os dados mostram também que 41% das empresas e escritórios de advocacia não crêem que façam esforços suficientes para implementar políticas de segurança para prevenir vazamento de dados confidenciais. A razão principal para tais falhas é a absoluta falta de recursos, diz a pesquisa.

As empresas reportam que há 68% de possibilidade de serem detectados vastos vazamentos de informação (cerca de 10 mil arquivos) e 51% de chance de se detectar pequenos vazamentos, de cerca de 100 arquivos. Um grupo de apenas 16% das empresas pesquisadas acredita que são invulneráveis ao vazamento de dados confidenciais.

 é repórter especial da revista Consultor Jurídico

Revista Consultor Jurídico, 7 de setembro de 2006, 16h21

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 15/09/2006.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.