Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Relações internacionais

Congresso da UIA reúne advogados de 70 países em Salvador

Advogados de mais de 70 países se encontram, a partir de segunda-feira (30/10), no 50º Congresso da União Internacional dos Advogados, que acontece em Salvador, na Bahia. Durante o evento, toma posse o novo presidente da entidade, o brasileiro Paulo Lins e Silva.

A abertura do Congresso será às 18 horas da terça-feira (31/10) no Teatro Castro Alves. Participam da cerimônia o ministro da Justiça, Márcio Thomaz Bastos, a presidente do Supremo Tribunal Federal, ministra Ellen Gracie, e o presidente nacional da OAB, Roberto Busato.

Entre os temas discutidos no encontro destacam se: o papel do advogado no desenvolvimento sustentável; a internacionalização das empresas na economia global; e o que o advogado tem que saber sobre os princípios fundamentais dos Direitos Humanos.

A programação completa do 50º Congresso da União Internacional dos Advogados está disponível no site da Ordem dos Advogados do Brasil, parceira do Congresso no Brasil.

A União Internacional dos Advogados, sediada em Paris, congrega mais de 200 Ordens, colégios e federações de advogados em todo o mundo (representando quase dois milhões de profissionais). A entidade foi fundada em 1924, por um grupo de advogados europeus convencidos da necessidade de os profissionais da advocacia estabelecerem contatos internacionais.

A União Internacional dos Advogados tem participação ativa na Organização das Nações Unidas em temas relativos a direitos humanos, direitos políticos e aqueles que dependam de orientação jurídica. Participa também, como órgão de consulta, da Organização Internacional do Trabalho (OIT) e da Organização Mundial do Comércio (OMC).

Posse

A posse de Paulo Lins e Silva como presidente da UIA se dará na sexta-feira (03/11). Sobrinho do jurista Evandro Lins e Silva, ele é um dos mais conceituados advogados na área de família e tem ampla atuação junto à Ordem dos Advogados do Brasil. Lins e Silva foi o primeiro assessor de Relações Internacionais do Conselho Federal da OAB, em 1987, quando o órgão foi criado por Marcio Thomaz Bastos, atual ministro da Justiça.

No mesmo ano, Lins e Silva ingressou na União Internacional dos Advogados. Desde então, presidiu o Comitê de Direito de Família, foi secretário regional para a América do Sul. Em 2002 foi eleito presidente com 85% dos votos, concorrendo com cinco outros candidatos. O único brasileiro a presidir a UIA foi Arnaldo Medeiros, há quase sessenta anos.

"A UIA tem procurado expandir o número de seus associados individuais e coletivos na América do Sul, América Central e nos países da Ásia e África. Um evento desta natureza, em solo da América do Sul, irá atrair advogados desse hemisfério e demonstrar a importância da instituição para um trabalho conjunto com todas as lideranças de instituições nacionais de advogados dos países", afirmou Paulo Lins Silva.

Visite o blog Consultor Jurídico nas Eleições 2006.

Revista Consultor Jurídico, 27 de outubro de 2006, 20h01

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 04/11/2006.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.