Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Compra de informações

Jorge Lorenzetti entra com ação contra deputado Raul Jungmann

O diretor afastado do Besc — Banco de Santa Catarina, Jorge Lorenzetti, entrou com um pedido de Interpelação Judicial contra o deputado federal Raul Jungmann (PSDB), no Supremo Tribunal Federal. Lorenzetti requer explicações sobre a acusação de que ele adquiriu U$ 150 mil em casa de câmbio para comprar informações sobre a máfia dos sanguessugas.

De acordo com a defesa de Lorenzetti, o deputado, na condição de vice-presidente da CPMI das Ambulâncias, prestou declarações nesta sexta-feira (20/10) na edição de um jornal de grande circulação no país. O advogado argumenta que há a impressão de que Jungmann “está lançando suspeitas sobre a reputação de Lorenzetti”.

Para o advogado, as referências transcritas na reportagem e atribuídas ao parlamentar podem configurar o crime de difamação. Por isso, pede a notificação do deputado federal para que, querendo, responda à interpelação. O ministro Cezar Peluso é o relator.

PET 3.776

Visite o blog Consultor Jurídico nas Eleições 2006.

Revista Consultor Jurídico, 21 de outubro de 2006, 6h01

Comentários de leitores

37 comentários

Desculpe-me caro OMartini, mas é porque, da...

Richard Smith (Consultor)

Desculpe-me caro OMartini, mas é porque, dados os tempos que estamos vivendo, o tema é da maior importãncia, na minha opinião, revelador de muitas outras subjacências inclusive. Segundo recente pesquisa do Datafolha, publicada em agosto último, nada menos do que 92% (NOVENTA E DOIS POR CENTO) da população brasileira é CONTRA o aborto, sendo que nada menos do que 75% contra inclusive aos casos não-punidos pela lei, atualmente. E o Excomungado, fiel com compromissos que não refletem o interesse e nem a vontade da população encaminhou solerte projeto de lei, através da, também excomungada, jandira feghali do PCdoB-RJ para, discreta e maliciosamente, promover a AMPLA E TOTAL introdução do aborto no País, mediante a simples revogação dos artigos do código Penal que o punem! "Democrático", não?! E o que elle fez e vai fazer com outras coisas mais?

Comentaristas teimam em ditar o foco dos coment...

omartini (Outros - Civil)

Comentaristas teimam em ditar o foco dos comentários ao arrepio do tema do artigo. É sintomático... Mas compreensível, já que o artigo trata de prosaica interpelação judicial contra deputado blindado pela “lei do foro privilegiado”- excrescência jurídica que o PT ajudou a aprovar... Não entendo o compromisso do candidato tucano em não privatizar o BB. A instituição financeira é um banco como outro qualquer. Deixou de ser estratégico. Lucro e taxa de juro exorbitantes de mercado. O que o diferencia são os cargos ocupados por critério político, em prejuízo de excelentes e dedicados funcionários de carreira, cujo mérito é desprezado. Portanto, já que o candidato tucano não vai privatizar nada, ao menos se comprometa a reduzir todos, ressalto todos, os “cargos de livre nomeação” do Executivo Federal para algo em torno de 2.000 cargos – quantidade correspondente a dos USA, o maior estado democrático (e burocrático), e quer queiramos ou não, administra o mundo, como potência imperial. O compromisso específico de vender Aerolula e Sucatões caiu bem...

E aproveito para perguntar novamente aos "apare...

Richard Smith (Consultor)

E aproveito para perguntar novamente aos "aparelhadores" e cultores da candidatura do Excomungado: E sobre a ligação instrinseca entre Lulla, PT e ABORTO, vocês não tem nada a dizer? Cambada de safados!

Ver todos comentários

Comentários encerrados em 29/10/2006.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.