Consultor Jurídico

Notícias

Autorização desnecessária

Membro do MP não precisa de licença para portar arma, diz CNMP

Comentários de leitores

4 comentários

Com certeza um curso deveria ser obrigatório......

RAFAEL ADV (Procurador do Município)

Com certeza um curso deveria ser obrigatório... para qualquer um...

Deve ser feita distinção entre a renovação do r...

prosecutor (Procurador de Justiça de 2ª. Instância)

Deve ser feita distinção entre a renovação do registro e o registro de arma adquirida após o Estatuto do Desarmamento. Se é renovação, por óbvio a arma já pertencia ao promotor antes, e vá lá que se dispense o curso. Mas para novas aquisições, não vejo mal algum no curso, ao contrário, melhor habilita ao uso da arma (supõe-se que quem compra a arma não quer usá-la, mas se for preciso, melhor que o atirador esteja habilitado a tanto).

Não custa ao membro do MP frequentar curso de t...

Roxin Hungria de Calamandrei (Promotor de Justiça de 1ª. Instância)

Não custa ao membro do MP frequentar curso de tiro e manuseio da arma, isso em favor de sua própria segurança e em benefício da incolumidade pública.

Pretender portar arma de fogo sem um curso espe...

ANTONIO RAYOL (Delegado de Polícia Federal)

Pretender portar arma de fogo sem um curso específico de manuseio e emprego da arma não é prerrogativa, é irresponsabilidade! Portar uma arma de fogo sem a qualificação e treinamento necessário é colocar a segurança de terceiros e a própria incolumidade física em risco! Armas de fogo são ferramentas que quando manuseadas por pessoas despreparadas podem até matar! Espero que nenhum acidente ocorra com os beneficiados por tal decisão!

Comentar

Comentários encerrados em 25/10/2006.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.