Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Parceria com Lula

Propaganda do PMDB ao governo da Paraíba não é suspensa

A propaganda do candidato ao governo da Paraíba Zé Maranhão (PMDB) não deve ser suspensa. A decisão é do ministro Ari Pargendler, do Tribunal Superior Eleitoral, que negou liminar na representação ajuizada pelo também candidato Cássio Cunha Lima (PSDB).

Cunha Lima alegou que o presidente Luiz Inácio Lula da Silva foi beneficiado por suposta invasão de horário na última segunda-feira (9/10). O relator observou que o trecho impugnado pela coligação do candidato Cássio Cunha Lima apenas procura reforçar a candidatura ao governo estadual, “socorrendo-se de alegada parceria com o presidente Lula”.

De acordo com o ministro, o “contexto eleitoral do nordeste brasileiro, evidenciado pelo resultado do primeiro turno da eleição presidencial, comporta essa interpretação”. Segundo Ari Pargendler, não é o caso da chamada invasão de espaço de propaganda partidária destinado às eleições estaduais. “A candidatura à reeleição é que empolga os eleitores daquela região, de modo que o nome do presidente Lula é utilizado em apoio aos candidatos a governos estaduais, e não o contrário.”

Veja o trecho da propaganda contestada

Fala do candidato Zé Maranhão: “Em nosso governo, vamos promover a exploração do petróleo em Souza e na bacia litorânea. Vamos implantar também usinas de biodiesel. Já consegui a parceria do presidente Lula para essas e outras ações que vão gerar 200 mil novos empregos. Com o seu voto, a Paraíba vai ter mais energia e trabalho de verdade”.

RP 1.254

Visite o blog Consultor Jurídico nas Eleições 2006.

Revista Consultor Jurídico, 13 de outubro de 2006, 16h51

Comentários de leitores

1 comentário

Caros, o Alck, outrora geraldinho, foi useiro e...

Armando do Prado (Professor)

Caros, o Alck, outrora geraldinho, foi useiro e vezeiro nos denuncismos irresponsáveis, agora, que entornou o caldo, se ressente. Ele e a pefelândia defenderam a Daslu, sua Lu recebeu vestidinhos da moda (só 400, coitadinha), mentiu na história dos aviões do Estado, mentiu no caso dos cortes (desmentido pelo seu mentor econômico, Nakano), destruiram a educação (perguntem a qualquer professor o que acha do governo tucano nesse quesito), avacalharam a segurança (entregaram o poder do Estado ao Marcola), é fundamentalista da Opus Dei, deixou um déficit monstruoso para o Lembo, em 8 anos no plano federal quebraram o país por 3 vezes deixando um país em petição de miséria para o Lula e, agora, querem ditar regras de ética e moral? Vão se lixar na grama que é lugar para eqüinos dessa espécie que acha que o povo é bobo. Vejam o que o povo acha: 52% para Lula e 40% para o mike tysson ex-chuchu. E vai piorar para a tucanalhada.

Comentários encerrados em 21/10/2006.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.