Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Encontro marcado

Advogado gaúcho é assassinado com seis tiros em emboscada

O advogado Antonio Carlos Abascal Munhoz, 51, foi morto às 5h desta terça-feira (10/10), dentro de sua casa, na zona urbana de Lavras do Sul, a 300 km de Porto Alegre. Ele foi vítima de uma emboscada e levou seis tiros.

Segundo o site Espaço Vital, um dia antes do crime, um homem telefonou para o advogado marcando encontro para visitar terras que tinha interesse em comprar — terras estas que teriam restrições judiciais.

Na hora marcada, o suposto cliente encontrou Munhoz. Informou que estava a pé porque a moto tinha quebrado e pediu a ajuda do advogado para chegar até o local. Ele concordou em sair e disse à mulher, Lisiane Vilaverde Moutinho (38 anos, também advogada), que fechasse a casa e que “se demorasse, que chamasse a polícia”.

Como o advogado demorou para chegar em casa, a mulher pediu que um empregado o procurasse. Antonio Carlos Abascal Munhoz foi encontrado do lado de fora do carro com seis tiros. Ele morreu a caminho do hospital. As balas atingiram a cabeça, costas e a mão direita.

Munhoz era advogado, veterinário e fazendeiro. Tinha forte atuação política, como membro do diretório municipal do PP. A polícia ainda não tem pistas, mas todo o efetivo trabalha na investigação.

Visite o blog Consultor Jurídico nas Eleições 2006.

Revista Consultor Jurídico, 11 de outubro de 2006, 11h30

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 19/10/2006.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.