Consultor Jurídico

Notícias

Algo no ar

Alckmin ganha direito de resposta contra o Correio Braziliense

Comentários de leitores

9 comentários

Vou me esgoelar até cair morto! Chamo a ...

Richard Smith (Consultor)

Vou me esgoelar até cair morto! Chamo a atenção dos nobres comentadores e leitores deste espaço de debates: É um absurdo a situação ter chegado neste ponto! O que é que está acontecendo no nosso País? A que ponto nós chegamos de relativismo, de indiferença e de falta de vergonha que um Lullista como o Professor, venha aqui dizer que "Alckmin mentiu" enquanto não faz o mesmo com o seu adorado "líder"? Como é que é pregada, publicamente, a duplicidade de valores e de "morais"? E por parte de um (des)educador? A respeito, consultem os comentários de hoje do jornalista Reinaldo Azevedo no seu blog "www.reinaldoazevedo.com.br". Estamos enfrentando uma crise moral nunca, NUNCA vista e que pode dilacerar o nosso Páis! E ninguém enxerga!!! ACORDEM, pelo amor de Deus!

Ziraldo: Porque eu vou votar no Lula. “ - No...

Armando do Prado (Professor)

Ziraldo: Porque eu vou votar no Lula. “ - Non pasarán! – os mineiros têm a obrigação de dizer. A trajetória política do Lula serviu para provar que a alma humana é que atrapalha todos os mais nobres planos de salvação de um povo. A verdade é que ninguém, mas ninguém mesmo, ama o povo. É tudo conversa.” “As pessoas se movem em torno do poder e só depois é que descobrem uma causa para justificar sua luta por ele (o poder). Enquanto o ser humano, como indivíduo, mover-se em função do rancor, da carência afetiva e da inveja, não haverá possibilidade de êxito para qualquer causa coletiva.” “Mas isso é outra história. O Luis Fernando Veríssimo descobriu a pólvora: Lula é o sertão – vejam sua vitória no Norte e Nordeste; na alma do povo ele é mais de lá do que de São Bernardo – e o Alckmin é da Daslu.” “Delenda Daslu! Não é possível que nós, mineiros – depois de termos cometido o erro que o Itamar cometeu, este de inventar essa deletéria figura do Fernando Henrique – vamos agora eleger o Alckmin.” “ - Um erro, nós admitimos, dois, não. – como diria o macaco que não devolveu o troco a mais na primeira compra e exigiu o troco a menos na segunda.” Artigo de Ziraldo para o jornal mineiro O Tempo, em 7 de outubro. enviada por Zé Dirceu

Perdoem-me, por favor. Eu errei. Humildemente r...

Richard Smith (Consultor)

Perdoem-me, por favor. Eu errei. Humildemente reconheço. Foram R$ 396.000,00 na conta de Freud Godoy e não R$ 358 mil como eu apontei. Perdão.

Apenas três consideraçõezinhas e uma perguntinh...

Richard Smith (Consultor)

Apenas três consideraçõezinhas e uma perguntinha, por pertinentes: a) sacanearam o Alckmin pelo apoio recebido do "menininho", lá no Rio, todavia estão com Lulla: josé sarney, jader barbalho, paulo maluf, fernando collor, "bispo" crivella e a IURD, Frank Aguiar e agora, tchan, tchan, tchan: delfim netto, o "Homem do Milagre", aquele que ia "crescer o bolo para distribuir", o exterminador da classe média! mas que coerente, não! b) Os Blogs de hoje trazem a história do cidadão brasileiro Jackson da Silva de 52 anos, do seu triste périplo pelos hospitais para buscar atendimento para sua mulher e do seu desabafo: "Nunca mais voto no PT!" Um pequeno detalhe acerca do brasileiro acima: é o IRMÃO do Excomungado! c) Está para estourar escânda-lo acerca das empresas "terceirizadas" utilizadas pelos institutos de pesquisa para coletar dados em campo, junto aos eleitores; d) finalmente, e o depósito de R$ 358 mil feito pelo Naji Nahas na conta do INOCENTE Freud Godóy na véspera do flagrante? Quem explica? Beijos

Desculpem-me os amigos comentadores, mas dada a...

Richard Smith (Consultor)

Desculpem-me os amigos comentadores, mas dada a assiduidades deste que vos escreve e às "polêmicas" que andaram surgindo quanto aos meus comentários, creio necessárias algumas colocações: 1º. Na minha opinião, já anteriormente expressa aqui, vivemos tempos GRAVISSIMOS no nosso País. Vimos de quatro anos de um governo (?!) absolutamente ruinoso em termos de moralidade pública e ética. Um governo que, vindo de provmessas anteriores e com um "capital" de "defensor da ética e da moralidade", absolutamente indevido, na minha opinião, para os que, como eu, vem acompanhando a trajetória deste partido. Tal visão foi espalahda pela imprensa "engajada" e por supostos "intelectuais" que, fechando os olhos a todas as contradições diariamente apresentadas, forma reforçando a sua "blindagem". 2º. Daí o porque, quando atribuo ao atual ocupante da honrosissima cadeira da Presidência da República o forte epíteto de CANALHA, o faço tendo em vista todas as suas atitudes como homem público. As atitudes desonrosas como a cobertura que deu ao seu filho no episódio da Telemar; as suas mentiras, "esquecimentos" e "ignorâncias", as suas posturas covardes e dissimuladas, a sua arrogância e vileza ("simples caseiro", por exemplo); Quando o chamo de "EXCOMUNGADO" estou apenas sendo coerente com a minha fé católica, pois o Sr. Lulla, fiel aos seus compromissos com a ONU e com a Rede feminista, assumidos ANTES de sua eleição, patrocinou, através da então deputada jandira feghali do PCdoB do Rio de Janeiro, projeto de lei, sujo e dissimulado, que introduz o ABORTO, de forma INTEIRAMENTE LIVRE no país, mediante a revogação, maliciosa e discreta dos quatro artigos do Código Penal que o punem. E isso, a despeito da oposição de 92% da população brasileira (dados de recentes pesquisa da Datafolha) e do compromisso FORMAL, por ESCRITO, feito à CNBB, o ano passado, em troca do não-apoio dela ao impeachment, por ocasião do escândalo do "mensalão". E diz o Código de Direito Canonico que quem patrocina medidas tendentes a introduzir o aborto na legislação está automaticamente EXCOMUNGADO "ipso facto" em excomunhão reservada ao Sumo Pontífice. Ou seja, o pecado é de natureza tão grave que somente o Papa ou a quem ele delegar expressamente tal função é que pode conceder absolvição, no caso de arrependimento. CANALHA e EXCOMUNGADO, pois! 3º. Eu acho que o nome designa o homem, conferino-lhe personalidade. O PT sempre que quis avacalahr uma pessoa, começava por diminuir o seu nome, fosse na foram de apelidos ou de contraçoes ou simplesmente citando-lhe as iniciais (FHC, por exemplo) num verdadeiro desrespeito humano e num "assassinato de personalidade". É próprio do seu "modus operandi". Acho também que o NOme é o patrimônio de um homem. Assim, quando cito o nome de alguém em letras minúsculas (paulo maluf, por exemplo, ou josé dirceu) é porque, para mim, essa determinada pessoa já se amesquinhou de tal forma, que não lhe restou patrimônio moral algum; 4º. Eu creio firmenente que estamos numa democracia. Sendo assim toda pessoa tem o direito de ter a sua convicção filosófica, religiosa ou política e de expressá-la livremente e, até por coerência, de defendê-la com vigor. Nos debates aqui, eu classifico aqueles que defendem a candidatura do PT, com silogismos, slogans e "chavões", que ferem a lógica e o bom-senso como "PeTelhos" ou como "PeTralhas", entendidos da seguinte forma: .a) PeTelhos, são os "militantes líricos", intoxicados culturalmente e que defendem a candidatura e os "dogmas" do "petismo", com fúria sectário/religiosa. Tudo o que o "Grande Líder" ou os seus próceres dizem ou fazem está CERTO de antemão, sem possibilidade de erro e todos os que venham a criticas as condutas ou o discurso oficial são "pagãos" a ser convertidos ou "hereges" a serem esmagados; .b) Os PeTralhas, apelido que remete imediatamente a "metralhas" (das historinhas da Disney), pela imagem de gangue ou de desonestidade criminosa e não a "canalhas" (embora também o possam ser, claro). Tende a designar aqueles do PT que fazem coisa conscientemente más e aqueles que defendem a agremiação e o líder não por messianismo fanático, mas por e com malícia mesmo. Em resumo, os apoucados PeTelhos são algo ingênuos e "puros" na sua burrice atoleimada, os PeTralhas não. 5º. Quando me dirijo aos PeTelhos, não é tanto para eles que escrevo - dada à pouca esperança de que alguma coisa que eu pondere ou esclareça vá ter algum efeito sobre o seu fanatismo - mas em respeito aos demais leitores/opinadores deste espaço. 6ª. Ao contrário de alguns furibundos cultores da candidatura oficial, nunca me escondi atrás de pseudônimos, nem ao falar sobre o PCC, sobre o governo estadual e muito menos agora sobre este lastimável (des)governo que aí está. O meu e-mail é richardsmith@ig.com.br e dou a minha cara a bater, porqu etenho vergonha nela; 7º. Creio firmemente que, dada à gravidade da hora presente, todos nós devamos fazer o possível para por côbro à geleia-geral que se instalou neste País. Em benefício da Ética, da Moral e do futuro dos nossos próprios filhos. É isso então que me move, humildemente, a ficar lotando o saco alheio. Muito obrigado. richardsmith@ig.com.br

Outra coisa: agora vocês caberão numa Kombi, co...

Armando do Prado (Professor)

Outra coisa: agora vocês caberão numa Kombi, como eu havia dito antes do 1º turno. Diminuirão, diminuirão, até a derrota acachapante que é o que precisamos impor aos fascistas imperdenidos.

...é a derrota do chuchu mal educado que se avi...

Robespierre (Outros)

...é a derrota do chuchu mal educado que se avizinha. o resultado do datafolha espelha o esperado: o povo não quer agressividade, mas propostas para seus problemas.

O Brasil é uma democracia REPRESENTATIVA. Se...

Richard Smith (Consultor)

O Brasil é uma democracia REPRESENTATIVA. Se pesquisa ganhasse eleição, as armas teriam sido proibidas e o Excomungado teria sido eleito no prineiro turno. Cadê o "instituto" Sensus, aquel da pesquisa 58% Lulla e 38% Alckmin, por exemplo? Dia 29 veremos.

Taí o resultado da agressividade, falta de educ...

Armando do Prado (Professor)

Taí o resultado da agressividade, falta de educação e manipulação de informações por parte do "chuchu", agora "pit bull": A primeira pesquisa Datafolha após o debate na TV entre Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e Geraldo Alckmin (PSDB), realizado no último domingo, aponta que a vantagem do candidato petista subiu para 11 pontos em relação ao seu adversário tucano. A intenção de voto em Lula oscilou de 50% para 51%. Já Alckmin caiu três pontos, de 43% para 40%, em relação a pesquisa anterior publicada no último dia 6. A tucanalhada pode aguardar que vão cair ainda mais.

Comentar

Comentários encerrados em 18/10/2006.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.