Consultor Jurídico

Comentários de leitores

6 comentários

Thyago Cruz, muito embora sua tese expresse pos...

Augusto J. S. Feitoza (Estudante de Direito)

Thyago Cruz, muito embora sua tese expresse posição centrada no campo dos sentimentos pessoais (antipatia x simpatia), defendo a tese de que devemos eleger o Presidente Lula. Com base em dados matemáticos e estatísticos é possível inferirmos que a gestão so Sr. Luís Inácio Lula da Silva, no comando do mais alto posto da nossa República, tem sido mais tendente ao sucesso do que ao fracasso, principalmente, se nos detivermos à lógica da análise comparativa com gestões anteriores, sem a qual é impossível chegarmos a um veredito. A maioria de suas realizações no campo da economia, das finanças e da administração pública e, mormente, no campo social podem ser consideradas extraordinárias, se considerarmos o curto espaço de tempo envolvido e todas as pressões negativas e sabotagens que seu governo vem enfrentando desde o primeiro dia do mandato. Há ainda que se ressaltar a marca mais visível de sua gestão que é o cumprimento do dever constitucional de exercer o poder em nome do povo.

Golpe foi esta Constituição, costurada pelos es...

allmirante (Advogado Autônomo)

Golpe foi esta Constituição, costurada pelos estelionatários eleitorais do Plano Cruzado em proveito próprio! Uma Constituição que permite que o Executivo legisle por Decreto, intitulado de provisório, mas na verdade todos permanentes; e que o Executivo escolha o Magistrado que irá julgar os seus desmandos é mais semelhante ao fascismo. Toma o nome de democracia só para inglês ver. É imperiosa uma Constituição democrática, federalista, e voltada ao povo, não ao partido dominante.

Somos um país de doutores e propomos soluções b...

Embira (Advogado Autônomo - Civil)

Somos um país de doutores e propomos soluções bacharelescas para tudo. Eça de Queiroz, que nos visitou no século XIX, disse: “A nação inteira se doutorou. Do norte ao sul do Brasil não encontrei senão doutores.” Temos idéia de que com uma penada do legislador todos os problemas serão solucionados. Por que não adotamos o parlamentarismo? E o voto distrital misto? É verdade que temos uma constituição escrita, mas há, também, uma constituição real, implantada no planalto central – um conjunto monumental de edifícios que espelham “a maneira especial de ser do Estado”, no dizer de Celso Bastos. E parece não haver erro estrutural, ou de projeto, mas, problemas de gerenciamento. É preciso aprimorar a qualidade dos gestores, mas, para isso, precisamos melhorar, primeiro, a escolaridade dos eleitores. Vamos investir mais em educação? Sim, mas, para absorvermos uma melhor educação, necessitamos de alguns pré-requisitos, como disciplina e valores. É um trabalho árduo e difícil, mas, necessário e imprescindível. E ainda não será a solução de todos os problemas.

Sinceramente, só espero que nosso atual Preside...

Thyago Cruz (Estudante de Direito)

Sinceramente, só espero que nosso atual Presidente não seja eleito novamente, isso seria desastroso para o nosso país, tanto no que concerne às nossas relações internacionais (amizade de nosso Presidente com o homem que adora chamar o Chefe de Estado americano de demônio, encarnação do diabo entre outras coisas) quanto também no que diz respeito à nossa ordem política. Que as coisas não estão como gostaríamos que estivesse todos nós sabemos mas, chamar uma nova Constituinte é lesionar gravemente a espinha dorsal de nosso Estado Democrático de Direito. Um absurdo e, sinceramente, se tal façanha ocorrer (reeleição de nosso Presidente e, por óbvio, estas escrachadas alterações a nossa Carta da República) acho que terei vergonha de ser brasileiro, de participar de uma coletividade que não tem visão política nem crítica e pior, que não tem inteligência.

Puro golpe...mas o Pais não esta maravilhoso, p...

Bira (Industrial)

Puro golpe...mas o Pais não esta maravilhoso, para que constituinte?

Mas de novo essa matróca? Constituinte é gol...

Richard Smith (Consultor)

Mas de novo essa matróca? Constituinte é golpe! Pura e simplesmente assim. Aqui não é a Bolívia!

Comentar

Comentários encerrados em 13/10/2006.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.