Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Fiel da balança

Candidatura do PCO pode definir se haverá segundo turno

Por 

Rui Costa Pimenta, o candidato do PCO, poderá ter um papel decisivo nesta eleição. Sua candidatura foi impugnada pelo Tribunal Superior Eleitoral, mas depende ainda do julgamento de um recurso pelo Supremo Tribunal Federal.

Se o STF confirmar a decisão do TSE e rejeitar a candidatura de Pimenta, seus votos são considerados nulos, e não entram na soma dos votos válidos. Na apuração deste domingo, é isto que está acontecendo – os votos do candidato do PCO são contados como votos nulos.

Mas se o STF disser que a candidatura vale, seus votos serão computados como válidos e integrarão a soma dos votos da oposição a Lula. Numa decisão tão apertada como a que se anuncia, seus escassos votinhos podem fazer a diferença.

 é correspondente da Revista Consultor Jurídico em Brasília.

Revista Consultor Jurídico, 1 de outubro de 2006, 21h13

Comentários de leitores

1 comentário

Que patacoada cara Maria Fernanda: Acho que ...

Richard Smith (Consultor)

Que patacoada cara Maria Fernanda: Acho que faltou "feeling" a você para uma matéria tão "sensacionosa" quanto improvável. Um abraço.

Comentários encerrados em 09/10/2006.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.