Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Crime da estrela

Mulher diz que foi estuprada por James Brown e pede indenização

Por 

Uma mulher da cidade de Columbia, na Carolina do Sul, que alega ter sido estuprada pelo cantor de soul music James Brown, está pleiteando da Corte Suprema dos Estados Unidos a análise de sua acusação. , já analisada por outra corte, e que acusadora admite ter “demorado muito tempo para ajuizar”.

Jacque Hollander, a suposta vítima, diz que Brown a estuprou, sob a mira de uma arma, em 1988, quando ela trabalhava como publicitária do cantor. Ela busca indenização de US$ 106 milhões.

Hollander diz que resolveu processar Brown somente agora por ter desenvolvido doença na tireóide, a qual seus médicos, em 2000, diagnosticaram como causada pelo estresse gerado por violenta agressão. Por isso, refere, não ajuizou a ação: a doença ficou latente por 12 anos, explica Jacque Hollander.

A advogada do pop star James Brown, Debra Opri, definiu como “viagem e sonho de drogados” a acusação de Hollander. O advogado da suposta vítima, Donald Rosen, diz que a ação é a única saída de sua cliente.

 é repórter especial da revista Consultor Jurídico

Revista Consultor Jurídico, 18 de novembro de 2006, 11h34

Comentários de leitores

1 comentário

Independentemente do estupro, que pode ou não t...

Marchini (Outros - Internet e Tecnologia)

Independentemente do estupro, que pode ou não ter ocorrido, a indústria das indenizações milionárias no EUA está sempre em pleno vapor. Dezoito anos para propor a ação? Parece "qui-tão-mangando-di-nóis,sô"!!!

Comentários encerrados em 26/11/2006.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.