Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Reta final

Candidatos da OAB-SP discutem segurança jurídica na Fiesp

Os candidatos à Presidência da OAB paulista, Luiz Flávio Borges D’Urso, Rui Celso Reali Fragoso, Leandro Donizete Pinto e Clodoaldo Pacce Filho estarão na Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), na próxima quinta-feira (23/11), das 8 às 12h. O objetivo é apresentar os projetos de campanha bem como discutir os rumos da segurança jurídica.

“Somente com a certeza da segurança jurídica, ou seja, com a convicção de que as leis, os contratos e as ordens judiciais serão observados, é que o empresariado investirá no Brasil”, afirmou Fábio Nieves, advogado e diretor do Comitê de Jovens Empreendedores da Fiesp.

A eleição da OAB-SP acontece no dia 30 de novembro. O evento conta com a parceria com a Faap — Fundação Armando Álvares Penteado, com o Centro de Estudos da Sociedade de Advogados (Cesa) e com o Sindicato das Sociedades de Advogados dos Estados de São Paulo e do Rio de Janeiro (Sinsa).

Saiba como buscar eficiência e rentabilidade para seu escritório no Seminário Os Rumos da Advocacia para 2007.

Revista Consultor Jurídico, 17 de novembro de 2006, 16h10

Comentários de leitores

2 comentários

Prezado leitor "Torre de Vigia" : Agradeço seu ...

Raul Haidar (Advogado Autônomo)

Prezado leitor "Torre de Vigia" : Agradeço seu oportuno comentário, que me permite esclarecer que: a) nenhuma lei submete as contas da OAB ao exame do TCU; b) essa matéria já foi exaustivamente examinada pelo Judiciário em diversas oportunidades; c) não existe "caixa preta" na OAB, cujas contas são publicadas no site da entidade e na imprensa e estão abertas a qualquer advogado, até porque os recursos da entidade são exclusivamente oriundos dos advogados; d) como o dinheiro da OAB vem só dos advogados, somente a nós essa questão diz respeito; e) realmente, um "advogado medíocre" que esteja "ganhando o salário mínimo" não pode mesmo ter qualquer "chance de entrar em lista para o quinto dos tribunais ou exercer cargo na OAB"; f) sou contra essa "lista", mas a Constituição (art.94) é que a torna obrigatória; g) a indicação para o "quinto" exige "saber jurídico" o que, obviamente, exclui o "advogado medíocre".

Para que serve a OAB? REsposta: para cobrar anu...

Torre de Vigia (Outros)

Para que serve a OAB? REsposta: para cobrar anuidade absurda e sustentar a vaidade política daqueles que monopolizam a autarquia, que desrespeita a lei não fazendo concurso para seus funcionários nem tem suas contas auditadas pelo TCU como determina a lei. Caixa preta dos outros é mais preta que a da OAB? Algum advogado medíocre, que trabalha 12 horas por dia, ganhando o salário mínimo, porventura tem chance de entrar em lista para o quinto dos tribunais ou exercer cargo na OAB? Acorda Brasil!

Comentários encerrados em 25/11/2006.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.