Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Ordem do Ipiranga

Governador Lembo condecora Limongi, Aprobato e Rodrigo Pinho

O governador de São Paulo, Cláudio Lembo, entregou nesta terça-feira (14/11) a Ordem do Ipiranga, a mais elevada honraria do estado, para autoridades do Judiciário paulista. “Esta homenagem é uma manifestação de respeito às instituições, que têm sido tão agredidas neste país nos últimos tempos”, afirmou Lembo.

Ao fazer referência à Proclamação da República, que completa 117 anos nesta quarta-feira, o governador afirmou que é preciso resgatar os valores republicanos. “Um país que não preserva suas instituições não pode ter um futuro saudável. O Judiciário, o Ministério Público e a OAB são instituições fundamentais.”

Em nome do Judiciário, receberam a Ordem do Ipiranga o presidente do Tribunal de Justiça, Celso Limongi, seu vice, Caio Eduardo Canguçu de Almeida, e o corregedor-geral de Justiça, Gilberto Passos de Freitas. O procurador-geral de Justiça de São Paulo, Rodrigo César Rebello Pinho, e o diretor da Escola Superior de Advocacia, Rubens Aprobato Machado, também receberam a homenagem.

“Estamos aqui porque nós, paulistas, temos profundo respeito pelas instituições. É por isso que agradeço aos agraciados com a mais alta condecoração de nosso estado, por aceitarem a comenda com a gratidão pelo que eles têm feito por São Paulo”, disse o governador.

Homenagem paulista

A Ordem do Ipiranga é a mais elevada honraria do Estado de São Paulo. Ela distingue cidadãos, brasileiros ou estrangeiros, por seus méritos pessoais e serviços de relevância prestados ao estado e aos paulistas.

Criada em junho de 1969, a denominação da honraria evoca o Grito do Ipiranga. O lema da Ordem é a frase de Dom Pedro: ‘Independência ou Morte’.

A Ordem do Ipiranga possui cinco graus clássicos das ordens honoríficas: Grã-Cruz, Grande-Oficial, Comendador, Oficial e Cavaleiro. O Grão-Mestre da Ordem é o governador de São Paulo, cuja insígnia é a Grã-Cruz. Já o Chanceler é o secretário-chefe da Casa Civil hoje ocupada por Antônio Rubens Costa da Lara.

Revista Consultor Jurídico, 15 de novembro de 2006, 7h00

Comentários de leitores

1 comentário

E nós pagamos essas honrarias. O maior exemplo ...

Armando do Prado (Professor)

E nós pagamos essas honrarias. O maior exemplo de republicanismo é trabalhar pela res pública.

Comentários encerrados em 23/11/2006.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.