Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Busca de segurança

Juízes protestam contra falta de segurança em fóruns

A Associação Nacional dos Magistrados da Justiça do Trabalho (Anamatra) e a Associação dos Magistrados da Justiça do Trabalho da 3ª Região (Amatra 3) promovem, nesta sexta-feira (10/11), em Barbacena (MG), ato público de desagravo ao juiz titular da 1ª Vara do Trabalho de Barbacena, aos demais juízes que atuam naquele Foro, à Justiça do Trabalho e ao Poder Judiciário.

"Atos de vingança como o ocorrido no Fórum Trabalhista de Barbacena colocam em risco não somente os magistrados e servidores, mas a sociedade como um todo", afirmou o vice-presidente da Anamatra, Cláudio José Montesso, que participa do ato.

A segurança no Judiciário é preocupação antiga das associações e o assunto foi trazido à tona novamente pelos atos criminosos praticados na madrugada do dia 20 de outubro de 2006, no Fórum Trabalhista de Barbacena (MG), que foi invadido e teve processos trabalhistas queimados, além de equipamentos de informática e mobiliário danificados.

Durante a manifestação, deve ser lançado o manifesto “Movimento Nacional pela Segurança no Judiciário”, conclamando o Poder Público a instituir uma política nacional de segurança judiciária. As entidades signatárias entendem que a ação criminosa atinge não só juízes, servidores e advogados, como também o Estado Democrático de Direito, o Poder Judiciário e a sociedade em geral.

O ato conta com o apoio de diversas entidades, entre elas a Associação dos Magistrados Brasileiro (AMB), Associação dos Procuradores da República (ANPR), Associação dos Juízes Federais (Ajufe) e Associação Nacional dos Procuradores do Trabalho (ANPT).

Revista Consultor Jurídico, 10 de novembro de 2006, 7h00

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 18/11/2006.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.