Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Reconhecimento internacional

Delegado que combateu Scuderie Le Cocq é premiado no exterior

Por 

O delegado Francisco Badenes foi estrela solitária, no final dos anos 80, ao apontar o dedo contra a Scuderie Le Cocq, o famoso esquadrão da morte capixaba – que foi extinto pela Justiça após um parecer histórico do ex-procurador-geral da República Cláudio Fontelles. Badenes teve de entrar no programa de proteção a testemunhas. Acabou migrando para a Polícia Federal. Agora, começa a ser reconhecido no exterior.

No dia 20 de setembro, ele recebeu o World Police Prize, prêmio mundial de Polícia outorgado pela IPA (International Police Association — Associação Internacional de Polícia). O World Police Prize foi entregue na cidade de Ljubljana, Eslovênia, no XVIII Congresso Mundial da IPA.

O prêmio é a maior honraria concedida a um policial. É outorgada pela International Police Association a cada três anos e consiste no troféu, certificado e 10 mil francos suíços. A Associação é comprometida com os princípios contidos na Declaração Universal dos Direitos Humanos e tem assento na ONU como consultora e também no Conselho Europeu.

De acordo com a mensagem da premiação, o trabalho feito pelo delegado foi divulgado na Escandinávia, principalmente na cidade de Trondheim na Noruega, e reconhecido como “extremamente árduo e corajoso, face à magnitude da associação criminosa organizada que foi combatida”. O trabalho policial foi considerado "inspirador para grande número de profissionais de polícia do norte europeu”.

Badenes foi indicado para concorrer a premiação pela Seção Dinamarquesa da IPA graças às suas investigações sobre extermínio de menores e esquadrões da morte no Espírito Santo. A seção da IPA- Brasil endossou a indicação da Seção Dinamarquesa. Ele foi o primeiro policial brasileiro a receber este prêmio.

Após receber o prêmio, o delegado viajou para a Turquia, onde foi recebido como hóspede pela Polícia turca, lecionou na Academia de Polícia de Ancara, peregrinou por diversas cidades históricas do Irã e deu uma palestra na Universidade de Leuven na Bélgica (Institute of Criminal Law), onde foi aclamado como “The best cop in world”. Também ganhou destaque de página inteira no jornal belga “De Standaard” no dia 17 de outubro.

 é repórter especial da revista Consultor Jurídico

Revista Consultor Jurídico, 1 de novembro de 2006, 17h17

Comentários de leitores

3 comentários

PEDIDO DE SOCORRO A IMPRENSA - COM URGENCIA. te...

Luiz P. Carlos (((ô''ô))) (Comerciante)

PEDIDO DE SOCORRO A IMPRENSA - COM URGENCIA. tel. contato 21-24382246. JUSTIÇA DETERMINA EXAME DE SANIDADE MENTAL. PARA APURAR DENUNCIA QUE CARIOCAS ESTÃO SENDO ENGANADOS PELO PODER JUDICIARIO NA COBRANÇA DE PEDAGIO NA LINHA AMARELA. Processo Nº 2004.001.028447-0 Tipo de ação: Art. 138 do CP – Calunia e difamação contra promotores do MPRJ e Pedágio Linha Amarela na Avenida Carlos Lacerda/RJ. Tipo do movimento: Conclusão ao Juiz Decisão: ´... em razão de cautela processual, com base no art. 502 do CPP, DETERMINAR A INSTAURAÇÃO DE INCIDENTE DE SANIDADE MENTAL DO ACUSADO (mesmo que este se negue ao exame), a ser processado em autos apartados, com cópia das seguintes peças: denúncia, representação de fls. 02C/03, moção de fls. 05/11, interrogatório, oitiva das testemunhas e alegações finais das partes, vindo-me conclusos, para as providências de prosseguimento. Ciência às partes. Autor : MINISTERIO PUBLICO Réu : LUIZ PEREIRA CARLOS Quando você combate o crime organizado e eles não podem ou não devem correr esse risco de apurar os fatos em face do corporativismo, eles usam de todas as armas para torcer a verdade e quando não conseguem e se vêem acuados, vale tudo, tal decisão pode ser uma sentença de morte. Passar quatro dias num sanatório me lembra algumas constatações da historia, tipo: o que fizeram com Tancredo, onde esta Ulisses, quem matou Celso Daniel... Gostaria que a imprensa me convocasse para conhecer do nosso DOSSIÊ LAMSA. O poder da corrupção chegou ao seu limite Maximo. PEDÁGIO MUNICIPAL É CRIME HEDIONDO, SAIBA POR QUÊ OS CARIOCAS ESTÃO SENDO ENGANADOS PELA JUSTIÇA. Você sabia que o Carioca é o único povo que: Paga pedágio Municipal em Avenida Central para atravessar de um bairro pro outro. Em nenhum outro estado da Federação acontece isso. É Crime de Extorsão. http://www.pedagiourbano.kit.net (No Rio a submissão). http://www.midiaindependente.org/pt/blue/2006/07/357430.shtml http://conjur.estadao.com.br/static/text/40853,1 (Em São Paulo a reação). http://www.segs.com.br/index.cfm?fuseaction=ver&cod=45509 Visitem: DENUNCIA COM FOTOS E DOCUMENTOS SCANEADOS. http://www.orkut.com/Album.aspx?xid=10082208220518657486&uid=6896329862000380207 "QUEM ABRE MÃO DAS LIBERDADES ESSENCIAIS PARA OBTER UMA PEQUENA SEGURANÇA... NÃO MERECE NEM LIBERDADE NEM SEGURANÇA." Benjamim Franklin (patrono dos EUA)

Em meio a tantos problemas na área, penso que s...

Paolillo, Sidney (Advogado Associado a Escritório)

Em meio a tantos problemas na área, penso que só podemos ficar contentes com o merecido reconhecimento internacional ao trabalho do ilustre policial, dignificando a profissão e lembrando a existência de homens abnegados e honrados, ainda que sob as mais adversas condições. Parabéns ao Delegado Francisco Badenes e o nosso agradecimento por trazer a referida honraria à pátria.

Caro Cláudio. Li sua matéria sobre as homenagen...

Chico Pardal (Jornalista)

Caro Cláudio. Li sua matéria sobre as homenagens aos delegado Badenes. Elas são justas. Sou jornalista aqui no ES e acompanhei todo o trabalho do delegado. Mas quero dizer que não foi só ele que combateu a famigerada Scuderie Le Cocq. Lá estam também o advogado Marcelo Denadai, que acabou sendo assassinado pelo crime organizado do ES e também o promotor Luiz Renato da Silveira, combativo homem do MP. Mas parabéns pelo trabalho de vocês. Entro no ConJur e recebo material de vocês diariamente e gosto muito. Até porque depois de ser repórter da área policial, justiça e MP, resolvi fazer o curso de direito que concluo no final deste ano. Parabésns. Francisco Pereira Ladislau Filho - Chico Pardal - Jornalista e Estudante de Direito

Comentários encerrados em 09/11/2006.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.