Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Progressão de regime

Personagem do documentário Falcão ganha regime aberto

O juiz Carlos Augusto Borges, titular da Vara de Execuções Penais do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro concedeu a Sérgio Cláudio de Oliveira Teixeira, o Serginho Fortalece, a progressão do regime semi-aberto para o regime aberto. Ele é o único sobrevivente dos 17 jovens do documentário Falcão, meninos do tráfico.

Serginho tem 21 anos e foi preso pelo roubo de um celular e uma carteira com uso de violência. Ele cumpria pena em regime fechado desde julho de 2004. Depois, foi encaminhado para a Casa de Albergado Crispim Valentino, voltava todas as noites depois de travbalhar.

Segundo informou a coluna do jornalista Ancelmo Góis, do jornal O Globo, Serginho Fortalece já recebeu oferta de emprego do circo de Beto Carrero.

Revista Consultor Jurídico, 28 de março de 2006, 20h01

Comentários de leitores

9 comentários

Prezado colega Hwidger Lourenço Ferreira, ouvi ...

denorie (Estudante de Direito)

Prezado colega Hwidger Lourenço Ferreira, ouvi um economista na semana passada dizer, na globo news, que temos a maior taxa de juros reais e nominais do mundo, ou seja, quem mais ganha dinheiro em nosso país, não produz riqueza alguma, vive da agiotagem. Depois li uma notícia que divulgou as cifras gastas com publicidade nos últimos dois anos pela Caixa Federal: cerca de 500 milhões de reais, dirigida pelos laranjas Duda Mendonça e Marcos Valério.E o déficit habitacional aumentado. Lula, presidente do Brasil, tem suas despesas, há anos, pagas por "Okamotos" e comprades empresários. O recém saído ministro Palocci participava de orgias,que antecediam distribuição de dinheiro público para ele e seus comparsas. Está constatado que não há caixa dois em campanhas políticas do PT, mas sim milhões de reais que vieram do Banco do Brasil, Petrobrás, Correios, e sabe-se lá de mais que dinheiro público foi surrupiado por Lula e sua quadrilha. Banco Rural e BMG assumiram papéis de laranja nessa trama de corrupção, assassinatos e, por último, na tentativa de intimidação do sr. Francenildo, qdo. da violação de seu sigilo bancário. Dados divulgados pela ONU advertem que se diminuisse em 50 % a corrupção brasileira, cerca de 50 milhões de pessoas sairiam da miséria: crianças,jovens, mulheres e homens. Também sobraria dinheiro para construir escolas, casas e investir em infra-estrutura. Quase me esqueço das do dinheiro público que é desviado do INSS, pelos corruptos, por volta de 10 bilhões de reias, anualmente. Será, colega, que o combate à corrupção, por toda a sociedade, não renderia mais frutos que a prisão de jovens, pobres, negros, analfabetos que cometeram crimes? Às vezes penso sobre isso e acredito que poderíamos viver com mais justiça social, dignidade e honradez. Nós merecemos, eu, você, minha família, sua família e todas as pessoas que de uma forma ou de outra sofrem as conseqüências de termos um congresso nacional totalmente imoral, vil e depravado.(márcia de noriê@terra.com.br)

Apoiado, Carioca.... É só ver toda a agitaçã...

Hwidger Lourenço (Professor Universitário - Eleitoral)

Apoiado, Carioca.... É só ver toda a agitação pela "final" do tal Big Brother (aliás, 1984 é uma boa leitura nesses tempos de quebras de sigilo e intimidação de testemunhas...) Simplesmente detestáveis tais programas...

Caro Silvio, como vai? A questão que levanto é...

Hwidger Lourenço (Professor Universitário - Eleitoral)

Caro Silvio, como vai? A questão que levanto é que vejo muitos falando em nome da "sociedade", mas não vejo ninguém ouvindo sua opinião. Claro, em tese, temos nossa representatividade (que vem se mostrando seriamente viciada e comprometida). Vivemos, como você bem lembrou, em um estado Democrático de Direito, mas até quando tal benção vai durar? O povo brasileiro pode ser muito tolerante, mas acredite, essa tolerância tem limites. Posso citar como exemplo o que ocorre na minha cidade. Morrem, a cada ano, cerca de 200 jovens assassinados aqui em Londrina. Em sua grande maioria, infratores já com passagens pelos órgãos competentes. Alguns anos atrás houve o casso de um jovem assassino de 16 anos, já com três homícidios em sua folha corrida, que foi preso em uma terça-feira, portanto uma pistola 9mm. No sábado, foi morto em um tiroteio com a polícia, já portando uma arma em calíbre .357 magnun. Temos aí dois aspectos: O garoto era um enorme risco à sociedade. E foi rapidamente "devolvido aos pais". E, claro, ao crime. Por outro lado, um jovem de 16 anos perdeu a vida. Se estivesse preso, ou houvesse a certeza da punição, como queria Beccaria, talvez estivesse vivo. Quiça até recuperado. Ok, pode-se dizer "a culpa é da sociedade". Mas será? Até que ponto seremos vitimados por marginais, sem que ninguém faça absolutamente nada? E, nas raras ocasiões em que o marginal é levado à justiça, cumpre um infima parcela de sua pena e é devolvido "reabilitado". Oras.... O problema no Brasil, e não sei de onde vem esse "sentimento", é que algumas pessoas preocupam-se mais com os direitos dos criminosos do que com o das vítimas. Meus familiares foram vítimas de um violento assalto. Ninguém deu a mínima. Na mesma semana, um hipócrita de um sujeito que se diz "defensor dos direitos humanos" e, que em minha opinião, tem uma atuação que ofende todo aqueles que lutam para tornar o mundo um lugar melhor, teve a ousadia de dizer em uma palestra "O povo não tem medo de bandido. O Povo tem medo de polícia, porque a polícia bate na cara do Povo". Só pode ser bincadeira...eu não tenho medo da polícia, tenho medo é de bandido.... Falo aqui não como acadêmico, mas como cidadão, como esposo, como filho: A persistir tal estado de coisas corremos o risco de ver a democracia, tão duramente conquistada, perecer. Quanto tempo até aparecer um aventureiro pregando o que o Povo quer ouvir? Quanto tempo até o povo começar a exigir um estado policial? Perderemos tudo o que conquistamos até agora? Talvez nosso Código Penal já tenha oferecido tudo o que podia. Talvez, com severa repressão em uma das mãos e com educação de qualidade e em período integral na outra, possamos salvar a próxima geração, porque essa já está seriamente comprometida. Talvez.... Quanto aos comentários de Denorie, bem, eu ainda acho que quem esta PRESO não está, por proibição das leis da física, ao mesmo tempo em outro lugar cometendo crimes. Mas você é livre para considerar-se "culpada" pela situação dos coitadinhos dos VERDADEIROS criminosos. Eu não me sinto.

Ver todos comentários

Comentários encerrados em 05/04/2006.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.