Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Tela quente

Candidatos à presidência da Ajufe se enfrentam em debate na TV

A Ajufe — Associação dos Juízes Federais do Brasil promove no dia 6 de abril as eleições para a presidência do órgão. Para que os associados conheçam um pouco mais dos candidatos, o Ajufe exibe no programa Justiça Para Todos um debate entre os concorrentes.

Concorrem à presidência da associação o juiz federal Walter Nunes da Silva Junior e a juíza federal Solange Salgado da Silva Ramos de Vasconcelos.

Walter Nunes, vice-presidente da associação na 5ª Região (Recife), lidera a chapa Ajufe Independente, da situação. Solange, atual presidente da Associação dos Juízes Federais da 1ª Região (Brasília), encabeça a chapa Avante Ajufe, de oposição ao atual presidente Jorge Maurique.

O objetivo do debate é mostrar aos telespectadores as propostas dos candidatos à presidência da entidade que congrega atualmente 1,4 mil associados em todo o país — entre juízes de primeira instância, desembargadores federais e ministros do Superior Tribunal de Justiça e do Supremo Tribunal Federal.

Não houve edição no material que irá ao ar e técnicos que acompanharam as gravações contaram que o clima entre os debatedores ficou quente, refletindo as tensões da campanha. A animosidade é compreensível: a oposição tenta quebrar a hegemonia do grupo que há seis anos comanda a entidade.

As regras do debate foram previamente acertadas entre as coordenações de campanha das duas chapas. Cada candidato fez uma apresentação de dois minutos e posteriormente teve direito a uma pergunta de 30 segundos ao oponente, com três minutos para resposta e direito à réplica de um minuto. No final, ambos tiveram mais dois minutos para suas considerações finais.

Na TV Justiça, o Justiça Para Todos vai ao ar às quintas-feiras, às 21 horas, com reprises no sábado (18h) e segunda-feira (23h30) Na Rede TV!, o programa é exibido aos domingos, às 9h.

Revista Consultor Jurídico, 23 de março de 2006, 17h40

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 31/03/2006.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.