Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Insensibilidade social

OAB se manifesta contra greve dos desembargadores mineiros

A OAB nacional se manifestou contrária ao movimento dos desembargadores do Tribunal de Justiça de Minas Gerais, que anunciaram greve para esta segunda-feira (20/3). Eles reagem contra propostas do Conselho Nacional de Justiça, uma delas a que regulamenta o teto salarial.

Para o presidente da OAB, Roberto Busato, a medida “é lamentável e inadmissível”. De acordo com Busato, “tal atitude de confronto como esta demonstra o apego de setores atrasados da magistratura ao passado e a privilégios dos quais não querem abrir mão”. Busato lembrou que atitude parecida ocorreu quando o CNJ baixou a resolução que proibiu o nepotismo.

Na opinião do presidente nacional da Ordem, o pensamento dos desembargadores mineiros se choca com as exigências sociais e atuais por mais transparência e moralidade pública. “Trata-se de um pensamento que é de total insensibilidade social, distanciado dos anseios da cidadania e que ainda concebe o magistrado como alguém que vive em torre de marfim e cercado de benesses.”

Revista Consultor Jurídico, 17 de março de 2006, 19h09

Comentários de leitores

5 comentários

Enquanto isso para se obter uma simples sentenç...

Marcos de Moraes (Advogado Autônomo - Criminal)

Enquanto isso para se obter uma simples sentença de primeiro grau ficamos a explicar aos clientes que os magistrados estão assoberbados de processos, daí os autos ficarem conclusos por meses e meses, quando não por anos. Sinto vergonha do nosso judiciário.

Dr. João Bosco tá com a razão. Para quem olha d...

Mauro Garcia (Advogado Autônomo)

Dr. João Bosco tá com a razão. Para quem olha de fora, dá a exata impressão que determinados integrantes do Poder Judiciário se julgam donos do mesmo. Querem privatizar para si o Poder. Estas medidas (CNJ) são de um óbvio inquestionável. Ficar buscando razões justas em sua aparência, porém utilizadas de forma indevida, à disfarçar um escancarado corporativismo, não é o caminho. Recolham-se velhinhos, vossa hora chegou. É momento de conscientizar que voces existem para servir a sociedade e não o contrário.

Concordo na íntegra com o comentário de João Bo...

BARROS (Delegado de Polícia Estadual)

Concordo na íntegra com o comentário de João Bosco Ferrara.

Ver todos comentários

Comentários encerrados em 25/03/2006.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.