Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Parada na pista

Justiça suspende obras do Pan 2007 no autódromo do Rio

A Justiça do Rio de Janeiro suspendeu as obras de construção do complexo esportivo do autódromo Nelson Piquet até que seja feita perícia para avaliar o impacto das obras sobre a pista de corridas já existente. A decisão foi tomada em audiência extraordinária na 6ª Vara de Fazenda Pública fluminense, na segunda-feira (13/3), atendendo a pedido de medida cautelar da Confederação Brasileira de Automobilismo e do Ministério Público. .

O juiz Ricardo Couto de Castro nomeou para a perícia da obra Lúcio Cavalcante Maia, que tem o prazo de quatro dias para a fazer a averiguação do local e preparar um laudo que será anexado ao processo.

Os réus têm o prazo de 72 horas para apresentar ao perito Lúcio Cavalcante Maia os documentos referentes à obra que comprovem a forma de trabalho no local. O descumprimento da decisão importará uma multa diária de R$ 1.000,00 para o presidente da Riourbe e para o prefeito do Rio responsáveis pelas obras que visam a criar a infra-estrutura esportiva para os Jogos Pan Americanos que devem ocorrer na cidade no ano que vem.

O juiz designou uma nova audiência sobre o caso para a próxima segunda-feira (20/3), às 15 horas.

Revista Consultor Jurídico, 16 de março de 2006, 17h32

Comentários de leitores

1 comentário

Repousa nas mãos da Justiça do Ri...

hammer eduardo (Consultor)

Repousa nas mãos da Justiça do Rio de Janeiro aquela que talvez seja a ultima oportunidade de salvamento para o nosso Autodromo de Jacarepagua. Em nome desse tal "Pan" , o maluquete irresponsavel do prefeito cesar "Napoleão" maia esta ameçando acabar literalmente com um investimento continuo de mais de 40 anos desfigurando de forma irrecuperavel o unico Autodromo da Cidade. O curioso é que o terreno é do Estado e cedido para a Prefeitura. A sina dos Cariocas é justamente essa , só veem obras quando "vem visita" , o restante do tempo ficam entregues a propria sorte sobrevivendo aos trancos e barrancos entre a bandidagem totalmente descontrolada e des-governos que se lixam para o Cidadão mas sempre aparecem de mão estendida para a coleta de tributos cada vez maiores. Com varias areas disponiveis no Rio de janeiro , cesar maia e sua "tchurma" foram escolher justamente o unico local que uma vez desfigurado , não mais poderá ser recuperado. A falta de sintonia entre ele e a Cidade que o elege ( mais por falta de consistencia nos demais candidatos do que por meritos dele) já é historica. Lenbremos que sempre "desaparece" quando ocorrem grandes problemas limitando-se confortavelmente a colocar a culpa de todos os males na Governadora ou em quem quer seja que esteja ocupando o Palacio Guanabara. O mais interessante foi no ano de 2002 que por falta de uma bancada de homens de verdade na Camara que tomassem alguma atitude, abandonou a Cidade para ir cuidar da campanha presidencial daquela outra "figurinha sinistra" da rosena sarney que graças a nossa Policia Federal, foi varrida da campanha eleitoral, este é o retrato resumido de nossos governantes e postulantes a. A ação impetrada pelo Ministerio Publico, Confederação Brasileira de Automobilismo e tambem pelo Tricampeão Nelson Piquet talvez consigam exito em retardar este crime absurdo e irreparavel , afinal se furar o cronograma , a mutilação ja estará automaticamente cancelada. Infelizmente é com esse baixo nivel de politica que temos que conviver. Para complicar as coisas , agora o Napoleão começa a preparar o seu "filhinho querido" (deputado rodrigo maia) ja devidamente enfiado no "progressista" pfl para algo mais a frente tipo Prefeitura do Rio ou ate quem sabe, Governador do Estado, Deus nos ajude! Enquanto não tivermos condições praticas de levarmos tais absurdos e seus perpetrantes às barras dos tribunais , nada vai mudar muito. Parabens ao Ministerio Publico , CBA e ao grande Nelson Piquet , Carioca de origem e de coração.

Comentários encerrados em 24/03/2006.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.