Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Decisão perigosa

AMB apóia juíza de Rondônia ameaçada por madeireiros

A Associação dos Magistrados Brasileiros manifestou, nesta terça-feira (7/3), apoio à juíza Duília Reis, da Vara do Juizado Especial Cível e Criminal de Rondônia. Segundo a AMB, a juíza está sob proteção policial porque está sendo ameaçada de morte por ter contrariado extratores, transportadores e comerciantes ilegais de madeira.

Duília Reis, em resposta a pedido do Ibama e da Polícia Federal, determinou que caminhões flagrados com madeira extraída de forma irregular fossem apreendidos e leiloados. Segundo a AMB, representantes dos madeireiros se reuniram e decidiram matar a juíza. A reunião teria sido presenciada por um agente do serviço reservado da Polícia Militar, que denunciou a ameaça.

“A entidade rechaça toda tentativa de intimidação por parte de setores isolados da sociedade que querem impedir o livre exercício da atividade judicial”, afirmou a AMB, que ainda divulgou declarações da juíza. “Não vou sair da comarca, não vou mudar de vara. Vou continuar fazendo meu trabalho, como sempre fiz.”

Revista Consultor Jurídico, 7 de março de 2006, 18h17

Comentários de leitores

1 comentário

Que coragem! Bravo! Profundas admirações pel...

Marcelo Augusto Pedromônico (Advogado Associado a Escritório - Empresarial)

Que coragem! Bravo! Profundas admirações pela Magistrada. Mas o que está sendo feito para sua proteção? Sabe-se que são pessoas da mais alta periculosidade. A denúncia deve ser rapidamente investigada, inclusivo por departamentos de inteligência das polícias e, inclusive, das forças armadas. Uma ameaça como esta deve ser considerada um atentado a segurança nacional, pois além da vida da Magistrada, estes criminosos devastam o meio ambiente, que é patrimônio nacional.

Comentários encerrados em 15/03/2006.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.