Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Queda do alambrado

Vasco é condenado a indenizar PM ferido por queda de alambrado

O policial militar Luciano Ferreira de Souza deve receber indenização de R$ 5 mil por danos morais do Clube de Regatas Vasco da Gama. Ele estava na partida do time contra o São Caetano, em dezembro de 2000, e teve a perna esquerda ferida por causa da queda do alambrado no estádio de São Januário. A decisão é da 8ª Vara Cível do Rio de Janeiro. Cabe recurso.

Para a juíza Maria da Glória Oliveira Bandeira de Mello, o clube deveria ter adotado cautelas estruturais para que o local suportasse o peso e a movimentação de pessoas, já que se tratava de grande público assistindo ao jogo de futebol. “O réu falhou com seu dever de vigilância em relação à conservação e manutenção das arquibancadas existentes em suas dependências, expondo os freqüentadores do clube ao perigo de acidentes”, afirmou.

“O pânico vivenciado com o acidente, as lesões, o encaminhamento do autor a hospital e a limitação de suas atividades causou inegável sofrimento, que merece indenização”, finalizou a juíza. O Vasco alegou que o desabamento ocorreu por causa de brigas na torcida e que não teria como evitá-las.

Revista Consultor Jurídico, 6 de março de 2006, 17h23

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 14/03/2006.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.