Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Madrugada tranqüila

Não ocorreram ataques atribuídos ao PCC na última noite

Depois de 152 mortos em seis dias, a madrugada desta sexta-feira (19/5) foi tranqüila na cidade de São Paulo. De acordo com o comando da Polícia Militar, nenhum confronto foi registrado. Ainda assim, quase todo o efetivo da Polícia paulista continua nas ruas.

Entre o número de mortos, 107 são suspeitos de participar dos atentados. A Polícia ainda deve a divulgação de uma lista com os nomes e a liberação de seus corpos no Instituto Médico Legal.

Nesta sexta também começam a ser desligadas as torres de transmissão das companhias de telefonia celular que estão próximas aos presídios. Esta informação foi divulgada pela Agência Nacional de Telecomunicações, que publicou uma nota nos principais jornais do estado, comunicando aos consumidores o desligamento das torres por 20 dias.

No começo da noite desta quinta-feira (18/5), a Secretaria de Segurança Pública de São Paulo divulgou um novo balanço. De acordo com a SSP, 293 ocorrências foram registradas desde o último fim de semana.

Balanço Parcial

Ocorrências: 293

— Ônibus: 82

— Casas de policiais: 56

— Bancos e caixas eletrônicos: 17

— Garage de ônibus: 1

— Estação de Metrô: 1

— CET: 1

— Outros: 135

Mortos: 152

— Civis: 111

— Policiais Militares: 23

— Policiais Civis: 7

— Guardas Municipais: 3

— Agentes de Segurança Penitenciária (ASP): 8

Presos: 124

Armas apreendidas: 146

Revista Consultor Jurídico, 19 de maio de 2006, 11h36

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 27/05/2006.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.