Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Bárbarie em São Paulo

Matança em SP sinaliza fracasso da política de segurança

O presidente da Ajufe – Associação dos Juízes Federais, Jorge Maurique, lamentou neste domingo (14/05) afirmou que a série de brutais assassinatos ocorrida em São Paulo nas últimas 48 horas demonstra claramente “o fracasso da política de segurança pública no país”. Segundo Maurique, precisa haver um compromisso de todos os setores organizados da sociedade para que os criminosos sejam colocados no seu devido lugar, a cadeia.”

Segue a entrevista do presidente da Ajufe:

Como o senhor analisa essa série de assassinatos de policiais em São Paulo?

Primeiro, a Ajufe lamenta que pessoas inocentes, no cumprimento do seu dever estejam sendo assassinadas de forma brutal. De outro lado, vejo com muita preocupação que isso demonstra claramente o fracasso da política de segurança pública no país inteiro. É inadmissível que os homens da lei sejam reféns do crime organizado. O fato já existia no Rio de Janeiro e agora se repete em São Paulo. Precisamos de respostas fortes, ou seja, precisa haver um compromisso de todos os setores organizados da sociedade para que sejam colocados os criminosos no seu verdadeiro lugar, a cadeia. O policial não pode ser atemorizado, o policial tem que ser respeitado, a sua função é importante e o assassinato de mais de trinta policiais em São Paulo é um momento de profunda frustração para os homens de bem deste país.

Mas, a polícia prende e a justiça solta. Por quê?

Na realidade temos uma legislação muito caótica, essa possibilidade de progressão de um sexto da pena na realidade favorece a criminalidade. O Congresso Nacional pode reagir com medidas duras aumentando o prazo para progressão de regime. Já há medidas inclusive neste sentido tramitando no Congresso e que poderiam ser votadas em regime de urgência. Mas, na realidade esta é uma falácia. O que temos dessa idéia de que a polícia prende e a justiça solta não é verdade. A polícia prende mas, às vezes prende mal, não toma os cuidados na hora da lavratura do flagrante ou deixa de requerer a prisão preventiva ao juiz da maneira adequada e, então, o juiz é obrigado a soltá-lo. Na realidade, há um compromisso não só das áreas do Poder Executivo mas do Judiciário como um todo com a questão da segurança. Ninguém é irresponsável no sentido de soltar criminosos perigosos. Agora, se o inquérito está mal feito, se o processo está mal feito, o juiz é obrigado, sob pena de responsabilidade, a soltar o preso.

A construção de presídios federais ajudaria a colocar fora de circulação esses bandidos mais perigosos ?

Acredito que sim. Esta é uma medida que está atrasada há 16 anos, precisamos colocar em funcionamento esses presídios federais o mais rápido possível. Se, por um lado, esses presídios federais servirão para isolar líderes de facções criminosas, por outro lado não podemos nos iludir: hoje quem está cometendo os crimes mais bárbaros não são os líderes e, sim, seus liderados como medida de retaliação a medidas na área de segurança pública.

Pena de morte resolveria o problema ?

Não. Não resolve e o exemplo que vem dos Estados Unidos nos desaconselha a adoção desse tipo de remédio. O que precisamos é de que a lei seja para todos, seja cumprida. Precisamos de uma polícia respeitada, precisamos de instrumentos científicos de investigação porque o baixo índice de resolução de crimes por parte das autoridades policiais é preocupante. O que precisamos fundamentalmente é garantir que para cada infração haja uma investigação séria e uma punição rigorosa.


Revista Consultor Jurídico, 14 de maio de 2006, 12h33

Comentários de leitores

13 comentários

O RESPONSÁVEL POR ESTE ESCALABRO EM SÃO PAULO É...

celso (Advogado Autônomo)

O RESPONSÁVEL POR ESTE ESCALABRO EM SÃO PAULO É A POLÍTICA DO PSDB , DE TER ELEITO UM VICE-GOVERNADOR QUE PARECIA QUE ESTAVA MORTO EM PÉ , POIS NO EXERCÍCIO , REJEITOU AJUDA FEDERAL E BANALIZOU A MORTE DE MAIS E 50 PESSOAS , DIZENDO QUE TUDO ESTAVA SOB CONTROLE,,,UM ERRO GRAVE E ESTRATÉGICO QUE O PSDB VAI PAGAR NAS URNAS...UMA ELITE CAÓTICA , VESGA, BURRA E ALIENADA..AS MORTES DO POVÃO E SOLDADOS NADA SIGNIFICOU PATA TAL GOVERNADOR SEM EXPRESSÃO POLÍTICA E SOB COMANDO DE SERRA E ALKMIN...SÃO PAULO SE MOSTROU UM ESTADO SEM COMANDO, SEM DIREÇÃO, QUE NECESSITA DE UMA LIDERANÇA FORTE..POLICIAIS MAUS PREPARADOS E ORGULHOSOS PARA ACEITAR A FORÇA DE SEGURANÇA NACIONAL ....SOU PAULISTA ,TODAVIA MORO EM MATO GROSSO, MAS NESTE MOMENTO DOU GRAÇAS A DEUS DE NÃO ESTAR EM SÃO PAULO, COM UM GOVERNADOR VESGO TAMPÃO...QUE DEVERIA DEITAR...POIS NEM FALAR SABE, MUITO MENOS TOMAR DECISÃO EM HORA TÃO AMARGA PARA ESTE POVO SOFRIDO.....BOM PARA LULA QUE VAI GANHAR AS ELEIÇÕES NO 1O. TURNO...

Dr. Jorge Maurique: primeiro: os criminosos já...

Rodrigo  (Advogado Autônomo)

Dr. Jorge Maurique: primeiro: os criminosos já estão nas cadeias, o problema é a comunicação entre eles. segundo: toda reação tem uma reação no sentido contrário e proporcional. terceiro:o endurecimento das leis não adianta, tendo em vista o aumento na última década dos crimes hediondos(como se houvesse crime bonito). quarto: não adianta colocar presídios federais na Amazônia, se de lá os bandidos vão continuar se comunicando por telefone celular. quinto:não seria a hora de se rever realmente o princípio da individualização da pena, para realmente individualizá-la, tratando os primários e de bons antecedentes de uma maneira e os reincidentes de outra(mais dura e fazendo os cumprir a pena integralmente, sem benefícios). por último: Seria mais eficaz, o investimento em antenas bloqueando os sinais dos celulares em todos os presídios (igual de Pres. Bernardes), bem como instalarem telefones públicos monitorados (com escutas), pelos agentes prisionais. Com isso, além de se evitar a corrupção dos agentes, evitaria e as ordens de ataques e de rebeliões simultâneas, pois, os policiais "escutadores de telefones" estariam ouvindo e gravando as conversas. Com este tipo de investimento, diminuiria, inclusive, as famigeradas extorsões por telefone, que acontece de dentro dos presídios. É o que eu acho.

Exclusivo: Polícia sugere TOQUE DE RECOLHER à p...

Comentarista (Outros)

Exclusivo: Polícia sugere TOQUE DE RECOLHER à partir das 20:00 horas de hoje em SP. Sugestão jocosa: O primeiro a ser recolhido poderia ser o próprio governador, de preferência no RDD e junto do Marcola, o qual poderia lhe ensinar como "governar" alguma coisa. Pergunta que não ofende: Por onde andará o picolézinho de chuchu? E a "excelência administrativa" e o "choque de gestão" do PSDB/PFL?

Ver todos comentários

Comentários encerrados em 22/05/2006.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.