Consultor Jurídico

Comentários de leitores

5 comentários

Sofistas...

Comentarista (Outros)

Sofistas...

Engraçado que o governo federal se preocupa tan...

Bira (Industrial)

Engraçado que o governo federal se preocupa tanto com a febem, mas nada faz. Ora bolas, seja homem e faça a intervenção no sistema e arrume uma solução para quem com 16 anos, mata, estupra, trafica e põe fogo...

Mesmo não valendo a pena gastar vela nova com "...

Comentarista (Outros)

Mesmo não valendo a pena gastar vela nova com "defunto velho", vamos aos fatos. Como todos têm conhecimento, o caso da Febem é apenas mais um exemplo da "excelência administrativa" do governo do Geraldinho no Estado de SP. Outros exemplos da "excelência administrativa" do picolézinho de chuchu? Pois vamos lá... - "Nossa" Caixa e seus "patrocinados"; - "Vestidinhos" da Dona Lú; - Médico acupunturista chinês e seu humilde "sócio"; - Mega-rebeliões nos presídios paulistas; - Segurança (?) pública; - Saúde; - Educação; - Etc, etc e tal. E ainda tem gente que demonstra "indignação" quando vê que o Lulinha cresce a cada dias nas pesquisas rumo à disputa presidencial, com chances cada vez maiores de ser reeleito ainda no primeiro turno! Isso tudo prova que, embora também goste de circo, o povo não é tão burro, surdo ou cego quanto muitos supõem. Por outro lado, vale também relembrar que, recentemente, a Anistia Internacional e outras entidades de defesa dos direitos humanos internacionais, citaram o picolézinho de chuchu em um relatório a respeito da questão da Febem, ressaltando que ele representava um "perigo" aos direitos humanos no Brasil, tendo em vista os constantes e reincidentes casos de tortura praticados contra os internos da Febem. Por essas e outras é que a tão esperada "alternância" no poder principal da república somente se dará - talvez - em 2010, pois nada impede que, num segundo mandato do Lulinha, algum nobre deputado venha propor a possibilidade de um terceiro ou quarto mandato... Antes de 2010, o picolé de chuchu pode até ser presidente...mas da Daslú! Esta é, data vênia, a minha opinião.

É um absurdo que em um dito Estado Democrático ...

Almeida (Advogado Sócio de Escritório)

É um absurdo que em um dito Estado Democrático de Direito o Estado se valha de meios arbitrários e hostis às leis para fazer prevalecer seus interesses que, no caso, são evidentemente eleitorais e contra o interesse publico. É ridículo impor a fatores externos e pior, a apenas uma pessoa, a falência do sistema FEBEM. Com mais de 300 milhões no orçamento destinado à FEBEM, o Governo deveria ser mais responsável e menos infrator.

A verba pública gasta pelo estado de SP é signi...

omartini (Outros - Civil)

A verba pública gasta pelo estado de SP é significativa e não se entende porque não se traduza em solução, antes só discussões entre os protetores dos "jovens em situação de risco" da FEBEM. A fundação, e ninguém pode negar, funciona, e muito bem, mas só para os menores abandonados. Será que não nos falta coragem para enfrentar a delinquência juvenil, como em outros países, que tem mais sucesso nesse campo? Ou muita verba acirra interesses contraditórios com prejuizo do menor infrator?

Comentar

Comentários encerrados em 16/05/2006.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.