Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Transferência à força

Briga da AMB com o TJ do Rio de Janeiro vai parar na Polícia

A Associação dos Magistrados Brasileiros registrou nesta segunda-feira (8/5) ocorrência policial contra o arrombamento de sua sede histórica, localizada desde a sua fundação, em 1949, no prédio do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro. Atualmente, a sede administrativa fica em Brasília (DF). O Tribunal de Justiça nega o arrombamento e diz que informou previamente a entidade sobre a transferência da sede.

Segundo a AMB, no sábado (6/5) os servidores do tribunal acompanhados de policiais arrombaram a porta da sala, sem a presença de qualquer funcionário da entidade. Móveis e objetos foram retirados da sala que, agora, passa a ser sede da Associação Nacional dos Desembargadores.

A entidade tachou a ação de truculenta e que reflete a contrariedade da atual gestão do TJ-RJ contra o posicionamento da AMB em episódios recentes. “A associação teve papel fundamental na adoção do voto aberto para a promoção de juízes; no fim do nepotismo no Judiciário e na fixação de um teto salarial para a magistratura”, argumenta a AMB.

A AMB passará a dividir seu novo espaço com a Amaerj — Associação dos Magistrados do Rio de Janeiro, que também fica no Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro.

Desde setembro de 2005, quando o Conselho Nacional de Justiça decidiu proibir o nepotismo que começaram as desavenças entre a associação e a direção do Tribunal de Justiça do Rio. A AMB se manifestou favorável à medida entrando, inclusive, com uma Ação Direta de Constitucionalidade para confirmar a proposta do CNJ.

Revista Consultor Jurídico, 8 de maio de 2006, 19h00

Comentários de leitores

8 comentários

Parabéns para a AMB. Eu tenho acompanhado algum...

Lu2007 (Advogado Autônomo)

Parabéns para a AMB. Eu tenho acompanhado algumas posturas desta associação e as acho bastante pertinentes. São posturas arejadas e sem protecionismo de classe, pelo contrário. PArabéns pela postura firme e forte. Não deve estar sendo nada fácil.

É lamentável constatar como a luta por poder e ...

mangusto (Advogado Autônomo)

É lamentável constatar como a luta por poder e pela manutenção de prerrogativas da elite, num país qualificado no concerto mundial como sede de legiões de miseráveis e excluidos, anula os limites entre o certo e o errado, situando no mesmo caldeirão dos mutilados morais, políticos carreiristas e profissionais do direito. A que ponto despencamos nessa República, senhores!

Geralmente associações sejam elas de que espéci...

Dra Cleuza (Advogado Autônomo - Internacional)

Geralmente associações sejam elas de que espécie forem desde que legalmente constituídas deveriam ter sede própria é salutar quando brigamos por nossa casa e não por benesses será que os contendores já pensaram nisto? Afinal espaço público como o próprio nome diz é público e não de minorias privilegiadas. Acordem senhores da lei e do direito a idade do sonho acabou!

Ver todos comentários

Comentários encerrados em 16/05/2006.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.