Consultor Jurídico

Operação Sanguessuga

STF autoriza inquérito de envolvidos na Operação Sanguessuga

O ministro Gilmar Mendes autorizou a abertura de inquérito contra 15 parlamentares envolvidos na Operação Sanguessuga, deflagrada em maio pela Polícia Federal. O ministro deferiu pedido do Ministério Público Federal para dar prosseguimento à investigação.

No despacho, o ministro pede a remessa dos autos ao diretor da Polícia Federal e determina que em 30 dias seja colhido o depoimento de todos os envolvidos no esquema. Gilmar Mendes ainda solicitou a identificação dos assessores dos parlamentares e a tomada de depoimento de todos eles.

Os 15 inquéritos permanecem em segredo de Justiça. Cabe ao Supremo, a partir de agora, analisar as diligências requisitadas pelo Ministério Público Federal que necessitem de autorização judicial, mas a Polícia Federal continua conduzindo as investigações.




Topo da página

Revista Consultor Jurídico, 6 de junho de 2006, 14h44

Comentários de leitores

1 comentário

Recordar é viver. Esse ministro é aquele que er...

Armando do Prado (Professor)

Recordar é viver. Esse ministro é aquele que era Advogado Geral do FFHH? É aquele que foi nomeado pelo FFHH? Moço inteligente e de futuro.

Comentários encerrados em 14/06/2006.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.