Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

História dos negros

Iphan pede ao TSE para distribuir cartilha sobre negros

O Iphan — Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional pediu autorização ao Tribunal Superior Eleitoral para manter a distribuição da cartilha O Negro no Rio Grande do Sul. A Petição foi protocolada nesta terça-feira (25/7) e será analisada pelo presidente do TSE, ministro Marco Aurélio.

De acordo com o Iphan, a publicação é distribuída, prioritariamente, em escolas, instituições culturais e entidades do movimento negro e tem, como finalidade, "contribuir para o reconhecimento da presença negra no Rio Grande do Sul e de sua importância na cultura brasileira". A cartilha foi lançada em fevereiro de 2006.

O pedido de autorização foi encaminhado ao Tribunal em cumprimento ao inciso VI, do artigo 73, da Lei 9.504/97 (Lei das Eleições), que proíbe aos agentes públicos, servidores ou não, nos três meses que antecedem o pleito, autorizar publicidade institucional dos atos, programas, obras, serviços e campanhas dos órgãos públicos, ou da administração indireta, salvo em caso de grave e urgente necessidade pública, assim reconhecida pela Justiça Eleitoral.

O parágrafo 6º do artigo 36 Resolução 22.158 do TSE estabelece que as exceções às condutas vedadas — como a autorização de publicidade institucional — serão analisadas pelo presidente do TSE, quando se tratar de órgão ou entidade federal.

PET 1.990

Revista Consultor Jurídico, 27 de julho de 2006, 7h00

Comentários de leitores

1 comentário

ESTÁ NA HORA DE PARAR COM ISSO ! COM A "BOA ...

A.G. Moreira (Consultor)

ESTÁ NA HORA DE PARAR COM ISSO ! COM A "BOA INTENÇÃO" DE AJUDAR OS NEGROS, ESTÁ-SE CRIANDO "VIRUS" CHEIOS DE RACISMO !

Comentários encerrados em 04/08/2006.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.