Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Caso Richthofen

Veredicto do caso Richthofen deve sair na madrugada de sábado

Por 

O Ministério Público deve pedir 25 anos de prisão para cada um dos homicídios cometidos por Suzane von Richthofen e pelos irmãos Christian e Daniel Cravinhos. De acordo com o promotor Roberto Tardelli, “as atenuantes do caso vão ter o mesmo efeito de R$ 1,99 na pena”.

Começa nesta sexta-feira (21/7) último dia do julgamento do caso Richthofen. A sentença deve ser conhecida só na madrugada de sábado. A última sessão será marcada pelos debates da acusação e defesa.

Alberto Zacharias Toron, advogado assistente de acusação, disse não acreditar que Mauro Nacif pedirá a nulidade do júri. “Ele é um homem sério e inteligente. Não acredito que vai levar esse argumento de nulidade até o fim.”

Suzane, Christian e Daniel são acusados pelo assassinato dos pais dela. Os três foram denunciados pelo Ministério Público por duplo homicídio triplamente qualificado por motivo torpe, meio cruel e impossibilidade de defesa da vítima. Christian Cravinhos também responde por furto no mesmo processo. O crime aconteceu em outubro de 2002.

A estratégia traçada pela defesa dos irmãos Cravinhos é a de que foi Suzane quem arquitetou o plano. Os advogados da jovem afirmam o contrário: para eles, Suzane sempre foi inocente e não poderia ter planejado o assassinato dos pais porque se relacionava muito bem com eles.

 é repórter da revista Consultor Jurídico

Revista Consultor Jurídico, 21 de julho de 2006, 10h32

Comentários de leitores

4 comentários

REBELDE SEM CAUSA - O FANÁTICO. Este Sr. Fél...

cremonesi (Advogado Autônomo)

REBELDE SEM CAUSA - O FANÁTICO. Este Sr. Félix Soibelman é uma pessoa que desperta a curiosidade: ou não trabalha, ou não dorme !!! Incrível, parece que ele fica respondendo COM ATAQUES PESSOAIS tudo aquilo que não satisfaz seu gosto... Pois bem Sr. Felix, QUEM VAI PRESTAR UMA DEFERÊNCIA AQUI SOU EU ao Senhor com minha resposta. 1 - "...Dr. Cremonesi, nem mesmo tinha eu notado que o advogado Toron é assistente da acusação! Obrigado pela lembrança..." Talvez o Senhor não tenha notado porque o Advogado Toron não precisa e não procurou aparecer, diferentemente de outros que, até mesmo, arrumaram seguidores. São os DISCÍPULOS DAS NULIDADES 2 - "...porque comparecer A um veículo como este, agora em posição oposta, para criticar ou insinuar algo sobre o digno colega que está no pólo oposto, mostra que não aprendeu definitivamente nada da lição..." Ainda bem que não aprendi nada da "LIÇÃO",a começar porque os "mestres" não são professores, mas sim, atores como já mencionei. 3 - "...O fato, Dr. Cremonesi, é que cada um tem sua maneira de agir, e o que penso não é regra, mas para mim não procede de forma alguma usar a mídia para nenhuma declaração sobre a atuação de um colega meu..." Faltou o Senhor enviar ao Congresso Nacional um projeto de Lei de iniciativa popular para alterar a Constituição Federal (Como se pudesse...). No ítem da liberdade de manifestação, o Srnhor faria acrescentar " À EXCEÇÃO DOS QUE SÃO MEUS COLEGAS, CONTRA QUEM NÃO SERÁ PERMITIDA NENHUMA CRÍTICA. O RESTO É LIVRE..." 4 - "...Vemos por aí que os holofotes contagiam a acusação, mesmo, e podemos nos recordar dos membros do MP e os escândalos acusatórios que depois resultam em nada, com denúncias ineptas, etc..." Talvez aqui o Senhor tenha razão. Ainda existem muitos Advogados soltos, a exemplo dos que compram provas ilícitas no Congresso Nacional ou mesmo aqueles que se tornam subservientes de facções criminosas em troca de algumas migalhas.Realmente, esse MP que o Senhor tanto critica esta deixando a desejar. 5 - "...que base tem o Sr. para falar isso ? " "...quero que o Sr. prove-me, com fulcro na lei, que estou equivocado, porque, senão, estará evidenciado que é o SR. não sabe do que fala e por isso lhe desafio a sustentar o contrário do que digo aqui. Vamos lá, colega, estou pronto a ter minha sabedoria iluminada pelas lições do amigo, será um prazer..." O Senhor não precisa acreditar em mim...basta que acredite no Senhor mesmo...já seria o suficiente. Eu não vou aqui escrever minha biografia, até porque pafece que o Senhor se importa mais com os "ARTISTAS GLOBAIS" do que com a biografia de um modesto Advogado como eu. 6 - "...No mais, observo que o Sr, bem como todos os colegas advogados que não estão no feito, ao acompanhá-lo, deveriam simplesmente analisar o processo sob o ponto de vista da observância do Estado de Direito, do cumprimento da lei adjetiva, e não se deixar, na condição de profissional, cooptar pelos tons emotivos que assaltam o vulgo, do qual a imprensa vale-se para criar o seu “espetáculo comocional”..." A propósito, o Senhor faz parte do Tribunal de Ética ou mesmo integra alguma ONG ? A AMA por exemplo (Amigo dos Amigos) ? Pergunto porque parece que, para o Senhor, só o que os seus amigos fazem é que tem valor. Tenho certeza de que, no dia em que o Senhor for conceder sua TÃO ESPERADA ENTRVISTA A IMPRENSA,qua ndo lhe perguntarem como tudo começou o Senhor responderá: BOM...NO COMEÇO EU CRIEI O CÉU E A TERRA... 6 - "...arremeter contra a atuação de um advogado que simplesmente está atuando à luz da sua sagrada missão de defesa, não importando os jornalistas despreparados pensem..." Ilustre Félix Soibelman, o Senhor realmente imagina que Jornalistas são despreparados ? Todos ? Pois bem, então creio que o Senhor deva ingressar com uma medida urgente contra o fato de EU TER SIDO HONRADO COM O "PRENIO ESSO DE JORNALISMO" na categoria MELHOR CONTRIBUIÇÃO PARA O JORNALISMO BRASILEIRO. Só falta, agora, o Senhor dizer que não se trata de uma premiação séria...mas É !!! E dizer que somos e, em específico, que sou DESPREPARADO é, no mínimo, sono ou falta do que fazer. Quanto a minha atuação como Advogado, em que pesem os 20 anos de Advocacia, com serviços prestados ao Estado e a União, não me parece razoável que o Senhor "presuma" que eu não conheço o processo ou que não estava no Tribunal.ESTAVA SIM !!! R o Senhor...estava em casa torcendo para a decretação de alguma nulidade ou já existia uma ? Por fim, quero agradecer a "deferência" de "ter me respondido"...fiquei emocionado !!! A única coisa que estranho no ser humano (não é seu caso, tenho certeza) é o fato de que, quando ocupei os cargos de Procurador Legislativo, Diretor Nacional do Departamento de Defesa do Consumidor do Ministério da Justiça, Secretário de Direito Econômico do Ministério da Justiça e até mesmo quando respondi interinamente pela pasta da Justiça, SEMPRE ATENDI E MUITO BEM OS ADVOGADOS,NÃO SÓ PELA FUNÇÃO PÚBLICA QUE DE MIM EXIGIA ESSA CONDUTA MAS TAMBÉM PORQUE TRATAVA-SE DE UM COLEGA, QUER DAQUELES ABASTADOS E CHEIOS DE DINHEIRO COM AS TEORIAS DAS NULIDADES, MAS TAMBÉM E PRINCIPALMENTE, AQUELES QUE ALÍ CHEGAVAM DE TRANSPORTE COLETIVO.NUNCA PASSOU PELA MINHA CABEÇA ESTAR LHES FAZENDO UMA "DEFERÊNCIA". Pelo contrário, acreditava e acredito que nada mais fiz do que cumprir minha minha obrigação. E cumpri minha obrigação de tal forma Senho Felix que, ao combater traficantes, adulteradores de combustível, agiotas, formações de cartéis, monopólio de mercado dentre outras práticas organizadas, FORAM DESPEJADOS MAIS DE 40 TIROS de metralhadora em minha casa, como repudio pelo rigor de minha atuação em defesa da sociedade...e nenhum Advogado,nem a OAB prestou-me solidariedade ou...prestou-me qualquer deferência. Para finalizar, de uma coisa tenha certeza, Senhor Felix: não fosse o excesso de exposição a que foram submetidos certos réus, suas chances de um melhor resultado seriam bem maiores. Mas, parece que o que importa não é o fato, ams sim a versão dadaa ele... Isso para mim é NULIDADE !!! Abs. Paulo Cremonesi

No plenário, advogados e promotores podem exerc...

Luismar (Bacharel)

No plenário, advogados e promotores podem exercer suas habilidades cênicas e retóricas com mais liberdade visando convencer os jurados, mas convém baixar a bola do lado de fora, diante das câmeras, porque, aí, qual o sentido da manifestação histriônica? Não porque atue nesse caso ao lado da acusação, mas Toron é um advogado que se conduz de maneira exemplar, com ética e sobriedade, sempre argumentando com a melhor técnica jurídica.

Caro Dr. Félix Soibelman - www.elfez.com.br - E...

Comentarista (Outros)

Caro Dr. Félix Soibelman - www.elfez.com.br - Enc. Soibelman (Advogado Autônomo), Ele perdeu, literalmente, uma das melhores oportunidades que teve de ficar calado! Mas infelizmente não ficou... Um grande abraço.

Ver todos comentários

Comentários encerrados em 29/07/2006.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.