Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Segurança máxima

Beira-Mar é o primeiro a ser transferido para presídio federal

O traficante Fernandinho Beira-Mar foi transferido, na noite de terça-feira (18/7), da Superintendência da Polícia Federal em Brasília para o presídio federal de segurança máxima de Catanduvas (PR). Ele é a primeira pessoa a ficar no presídio, inaugurado em junho deste ano. Não há previsão de quando outros presos serão transferidos para o local, segundo o Ministério da Justiça. As informações são da Agência Globo

Beira-Mar saiu de Brasília por volta das 21h30 e chegou ao presídio às 3h da madrugada desta quarta-feira (19/7). Ele foi do Distrito Federal a Cascavel (PR) em um avião cargueiro da Polícia Federal e de lá seguiu em um comboio de carros descaracterizados da polícia até o presídio. Durante toda a transferência, o traficante foi escoltado por agentes da Superintendência da Polícia Federal do Distrito Federal.

Novo abrigo

O presídio foi inaugurado pelo ministro da Justiça, Marcio Thomaz Bastos, em junho deste ano. A Penitenciária Federal de Catanduvas, no interior do Paraná, é o primeiro presídio de segurança máxima do país.

A Penitenciária tem capacidade para 200 detentos em celas individuais e 50 delas ficam reservadas para casos de emergência. No final do ano, será inaugurada a penitenciária de Campo Grande, em Mato Grosso do Sul.

O objetivo do sistema penitenciário federal é funcionar como uma espécie de estoque regulador para abrigar bandidos de alta periculosidade, que comprometam a segurança dos presídios dos estados e desarticular a cadeia de comando do crime organizado que funciona dentro desses estabelecimentos.

Revista Consultor Jurídico, 19 de julho de 2006, 16h07

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 27/07/2006.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.