Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Crime organizado

Candidatos à eleição da OAB-SP repudiam crime organizado

Os advogados Clodoaldo Pacce Filho e Leandro Pinto, candidatos de oposição à Presidência da seccional paulista da OAB nas próximas eleições, divulgaram nota contra os recentes ataques ocorridos em São Paulo de autoria do crime organizado. Segundo os advogados, eles se sentiram no direito de se manifestar “tendo em vista a omissão dos atuais dirigentes.”

A nota trata de solidariedade às famílias dos agentes públicos assassinados e integral apoio e confiança nas ações comandadas pelo governo do estado. Eles também pedem o Poder Judiciário punir os culpados.

Leia a íntegra da nota:

CRIME ORGANIZADO, BASTA !!!!

Face à continuidade dos acontecimentos que chocam os paulistas e a todos os cidadãos brasileiros, provocados por desqualificadas pessoas que matam por matar e aviltam a todos os conceitos da moral e civilidade, os advogados infra assinados, CLODOALDO PACCE FILHO e LEANDRO PINTO, ambos candidatos de oposição a Presidente da Seccional da OAB.SP nas próximas eleições, tendo em vista a costumeira omissão dos atuais dirigentes da entidade representativa, unidos, tornam público o seguinte:

Manifestam total solidariedade às famílias dos agentes públicos brutalmente assassinados por delinqüentes vorazes, no Estado de São Paulo nos últimos dias;

Manifestam integral apoio e confiança nas ações comandadas pelo Governo do Estado de São Paulo através de suas autoridades civis e militares, que atuam no combate determinado ao fim da criminalidade e da impunidade;

Repudiam qualquer tolerância relativa à apuração dos fatos e à punição dos culpados, conclamando o Poder Judiciário para que, com a rapidez processual exigida, puna exemplarmente os culpados em respeito aos cidadãos de bem;

Toda e qualquer contribuição oferecida para o restabelecimento da ordem pública deverá ser considerada, notadamente aquelas voltadas às chamadas “de inteligência”, para a elucidação dos fatos;

Conclamam as autoridades do nosso Congresso Nacional para que atuem de forma determinada quanto a urgente aprovação das inúmeras medidas de combate ao crime, de forma geral, que tramitam no Poder Legislativo, assumindo cada qual sua parcela de responsabilidade.

Urge que a ordem pública seja restabelecida e preservada. A sociedade civil não pode ficar refém das facções criminosas que insistem na continuidade delituosa, afrontando a tudo e a todos. Basta!

São Paulo 14 de julho de 2006.

CLODOALDO PACCE FILHO - LEANDRO PINTO


Revista Consultor Jurídico, 15 de julho de 2006, 7h00

Comentários de leitores

7 comentários

Dr. Leandro: muito obrigado pela sua mensagem. ...

Raul Haidar (Advogado Autônomo)

Dr. Leandro: muito obrigado pela sua mensagem. Enfim todos vemos as suas propostas, o que é um ótimo sinal. O sr. sabe que respeito todos os colegas. Mas sinto-me no dever de repudiar críticas infundadas ao meu atual candidato, o dr. D'Urso, por simples questão de Justiça. O sr. apresenta algumas propostas interessantes, dígnas de serem estudadas. Algumas parecem-me fora da realidade. Todavia, a atual gestão da OABSP fez e faz um excelente trabalho, que precisa continuar. Em lugar de propostas que não sabemos se são exequiveis, a atual gestão nos apresenta fatos reais: o saneamento financeiro da entidade é um deles,além de muitos outros que qualquer advogado razoavelmente informado conhece (descentralização administrativa, adequadação da ESA aos interesses da Advocacia, intimações "on line", atos de cidadania, o maior número de eventos culturais da história, etc.etc.etc.). Nada tenho contra o fato do sr. ser jovem de idade. Essa é uma questão que o tempo resolve. A idade das pessoas não importa, mas suas idéias sim. Ainda não vi idéias novas no sr.- O sr. menciona alguns apoiadores, o que não tem a relevância que o sr. imagina. Tenho grande afeto pelo dr. Placucci, por exemplo, mas não me parece que ele possa dedicar à OABSP o tempo necessário, sendo, como é, dono de uma Universidade. Os demais, que o sr. menciona, não conheço e não tenho notícia de que tenham trabalho relevante em benefício da Advocacia. O sr. deve estar com problema no seu "site", pois ao abri-o hoje, várias vezes, vi apenas alguns desenhos interessantes, mas não a plataforma a que o sr. se refere. Nada tenho contra a sua candidatura, como nada tenho contra a de ninguém. Tenho apenas uma posição A FAVOR da candidatura do dr. D'Urso que, até agora, parece-me a melhor. As chapas ainda não estão formadas. Como já disse ao dr D'Urso, ele não poderá apresentar a mesma chapa de 2003, pois deve afastar alguns que lá ingressaram e que não trabalham. Isso, em vez de desmerecer, valoriza o dr. D'Urso como candidato, pois sua gestão é muito boa, APESAR de alguns conselheiros que não trabalham. Imagine se todos trabalhassem! Se o sr. ou o dr. Clodoaldo em algum momento se ofenderam, paciência! Não foi essa a minha intenção. Mas vocês também ofenderam a minha inteligência e a de todos os colegas paulistas, quando afirmaram que a OABSP esteve omissa na questão da violência. E ofendeu mais ainda a inteligencia de todos quando elogiou a "atuação" do atual governo estadual e do secretário de segurança, que faz um trabalho inadequado na questão da segurança pública. Ao que parece o sr. e o dr. Clodoaldo não acompanham as notícias sobre a realidade do Estado. Como eu já disse, não sou dono da verdade. Um de nós está errado. Ficarei muito grato se vocês provarem que sou eu, pois desejo evoluir sempre. Mas até agora não estou convencido de qualquer erro. Continuem a luta, meus caros. Mas, por favor, não façam críticas vazias, infundadas, inverídicas, pois elas não ficarão sem resposta. Fraterno abraço a todos.

SÃO PAULO, JULHO DE 2006. MANIFESTO. ...

Leandro Pinto (Advogado Autônomo)

SÃO PAULO, JULHO DE 2006. MANIFESTO. Dr. RAUL HUSNI HAIDAR. Tens aqui a minha prolepse... Caríssimo, ao que pese a grande admiração que nutro por vossa senhoria, não só por seu trabalho junto a OAB, mas também por seu propósito de informar a nós, advogados, não posso permitir que displicentes comentários acometam a minha pessoa de maneira tão incisiva e desarrazoada. Não é novidade que umas das primeiras pessoas a quem me dirigi quando da formalização da chapa que presido fora Vossa Senhoria, e, se assim agi, foi com o intuito de participar-lhe com relação às propostas e objetivos traçados por nossa campanha à OAB-SP. Recentemente, em artigo firmado pelo senhor no CONJUR, intitulado “Eleições na OAB-SP” (datado de 1 de julho de 2006), sob meu prisma, houve o tecer de um infeliz comentário de vossa parte com respeito a minha pessoa, explicitando sua opinião acerca de minha juventude. Naquela oportunidade, por certo, não soou de bom tom, contudo não lhe teci comentário algum. Entretanto, o senhor aí não cessou... RECEBIDO POR: EM DATA DE: Em novel comentário, proferido por vossa senhoria em 16 de julho de 2006, senti tom extremamente tendencioso, que, não se limitando a afirmar falta de idade, extrapolou, foi além! Decretou, que me falta conteúdo! Digníssimo Haidar, pesadas são as palavras que lançaste contra a minha pessoa! Não cabe aqui discutir a respeito de seu juízo pessoal, até porque lhe é próprio, contudo posso lhe afirmar que minha idade é inversamente proporcional ao conteúdo programático a que detenho para minha gestão junto a OAB-SP. É notório que sobre a sua pessoa, corre grande autoridade política semeada ao longo de sua trajetória, contudo tal autoridade não lhe confere status de censor do próximo e tampouco de detentor do domínio maniqueísta sobre o bem e o mau! Se não é de conhecimento do caríssimo colega o ambicioso e arrojado programa que detenho para a OAB-SP, cumpre-me asserir que esperava desse amante da democracia perquirir sobre nosso extenso e caudaloso programa antes de afirmar em meio público que inexiste projeto. Dr. Haidar, em nossa esfera não cabe discussão a respeito do óbvio, fato que encerra o presente caso, pois se minha candidatura não contasse com embasamento programático e moral JAMAIS teria iniciado tal jornada, árdua e intensamente bloqueada. Aproveito para conferir a esse tão digno membro de nossa seleta classe, uma breve síntese de nossos projetos, aproveitando, ainda, para SUPLICAR direitos iguais para cobertura que, imagino, sua coluna irá dispensar ao pleito de nossa OAB-SP. Os ícones abaixo descritos são prolegômenos de nossos anseios quando na gestão de nossa tão honrosa classe. Apresento-me à Vossa Senhoria e também ao editorial do Conjur, para explicar e elucidar eventuais dúvidas que advenham de alguns de nossos projetos, alinhados na seqüência. RESENHA DA PLATAFORMA PARA A GESTÃO OAB-SP.2007-2009 1. Informatização e virtualização da OAB-SP. 2. Descentralização do poder da Seccional, com o intuito de democratizar o poder e assim disseminá-lo. 2.1. Desenvolvimento e implantação de 4 núcleos descentralizados, marcados por 5 grandes regiões como sejam: R1c. Central São Paulo, (Sé-central) R2. Sub-região 1. R3. Sub-região 2. R4. Sub-região 3. R5. Sub-região 4. 2.2. Maior autonomia às Subseções, e maior poder administrativo para prestar um serviço ágil e dinâmico aos membros de nossa classe. 3. Criação de uma TV OAB via Internet. 3.1. Programação própria, 24 horas no ar com conteúdo voltado para os operadores do direito. 3.2. Enfoque dos problemas jurídicos apontando soluções e debates on-line. 3.3. O projeto terá início via Internet, haja vista a ausência de um canal próprio da OAB-SP. 4. Requerer junto ao Governo Federal uma concessão de canal educativo com programação da OAB-SP, visando os profissionais do direito. 5. Criação da NET-TV-OAB-SP. 5.1. TV via Internet voltada para os operadores do direito com intercâmbio entre Advogados, Juízes, Promotores, Delegados como forma de integrar a OAB aos diversos ramos de interesse jurídico. 5.2. Desenvolvimento e criação de cursos on-line via intranet onde todos os advogados poderão ter acesso aos cursos de suas residências ou em qualquer parte do Globo 24 horas por dia. 5.3. Desenvolvimento de cursos preparatórios para os diversos concursos públicos que sejam de interesse dos colegas. 5.4. Programação via Internet com o intuito de atualizar e aprimorar os conhecimentos dos advogados acerca das novidades no mundo jurídico, com enfoque especial para concursos públicos e outras matérias de interesse do advogado. 6. Maior entendimento e interação entre a OAB e o Poder Judiciário. 7. Elaboração e atuação junto do Poder Legislativo como forma de aprimorar a legislação Pátria, temos como exemplo a modificação de nossa Constituição com respeito ao trabalho penitenciário e revisão da Lei de crimes hediondos, dentre outras. 8. Elaboração de convênio médico-dentário para a classe dos advogados. 9. Programa de valorização, atenção e suporte à MULHER-ADVOGADA, com o intuito de aprimorar e garantir às advogadas maior dignidade no exercício da profissão, segundo os seguintes projetos: 9.1. Implantação de centros de suporte a advogadas no interior dos fóruns, com monitores e apoio material para filhos e filhas de advogadas e advogados até 5 anos. 9.2. Desenvolvimento de programas gestacionais com interação e criação de cursos para advogadas gestantes. 9.3. Implantação de convênios com escolas infantis e berçários de primeira linha a serem vistoriados e certificados pela OAB-SP. 9.4. Criação de um centro pediátrico, em anexo ao centro clínico, na OAB central e em cada unidade descentralizada, totalizando 5 centros. 10. Implantação de centros médicos de clínica geral com o intuito de propiciar aos advogados e advogadas melhor qualidade de vida, com programas de autogestão de saúde clínica e programas geriátricos para os advogados da 3ª idade. 11. Fundação do Programa Advogado Filantropo. 12. Criação do desenho ANIMADO JUSTINHO, voltado para interagir com crianças e adolescentes, incutindo noções de cidadania, educação, moral e principalmente com função de criar consciência de direitos e deveres enquanto membros de sociedade. Haverão palestras com de noções de Direito Civil, Comercial, do Consumidor, Trabalhista, além de outros. 13. Gestão atuante junto do governo do Estado de São Paulo para aumentar a tabela de pagamentos a advogados, e, no mínimo, igualar a tabela de honorários existente na OAB-SP. 14. Internacionalização da OAB-SP, com abertura a custo zero de 5 centros de apoio e estudo em diferentes cidades do mundo: a priori serão 3 escritórios, locados estrategicamente nas seguintes cidades Miami, New York e Buenos Aires. 15. Desenvolvimento de seminários de direito internacional com o intuito de desmistificar o cenário mundial para os advogados. 16. Criação de cursos gratuitos de língua estrangeira para advogados, inicialmente de inglês e espanhol. No primeiro ano ao menos 3.000 (três mil) vagas no estado de São Paulo, (note-se que os fundos serão obtidos junto a ONGs e, portanto não terão custo para a nossa OAB-SP). 17. Iremos lutar no Conselho Federal para banir a palavra - VALIDADE - da carteira do advogado, pois advogado não pode e não tem prazo de validade. 18. Programa advogado AMIGO, que consiste basicamente em uma comissão de advogados experientes que emprestarão parte do seu tempo para ajudarem advogados menos experientes, respondendo questões sobre: 1. Ética. 2. Matérias jurídicas em geral. 3. Cobrança de Honorários. 4. Estratégias de atuação. 5. Compartilhar experiências profissionais, (o que é extremamente útil para o jovem advogado.) 6. Dúvidas em geral. Cumpre informá-lo, Digníssimo Colega, são apenas alguns dos projetos formulados por mim e pelos membros da chapa que tenho a honra de presidir, dentre eles o Dr. Leonardo Placucci, Dr. Ari Friedenbach, Dr. Juanribe Pagliarin, Dr. Nelson Corticeiro, Dr. Bernardo Szyflinger, e outros que depositam na minha pessoa a esperança de uma Renovação nas diretrizes da OAB. Assim, quando o Senhor se refere a minha pessoa como sendo um dos “oposicionistas profissionais. Quem sabe com o intuito de ganhar espaço na mídia com vistas a cargos eleitorais no futuro, quem sabe para tentar ocupar cargos na própria OAB, como resultado de futuras composições”, de fato, ataca não apenas a mim, mas todas as demais pessoas que viram na campanha que presido a potencialidade de renovar e criar alternativas, razão pela qual é também em nome da honra de cada um deles que me insurjo, aproveitando para rechaçar infundados e infelizes comentários. Quando Vossa Senhoria desdenha e desfaz ao citar que até o presente momento eu não havia apresentado proposta alguma, se contradiz, pois no altar da humildade foi ao Senhor que me dirigi primeiramente, disponibilizando tempo e idéias. Ao procurá-lo no inicio de minha caminhada, disponibilizei a Vossa Senhoria acesso ao site www.leandropinto.adv.br, em que apresento as plataformas basilares de minha campanha. Ademais, cabe salientar que o material de campanha está amplamente divulgado em todos os fóruns da capital, bem como em grande parte do interior. Finalmente, e agora com a alma cândida, finalizo a presente carta com a esperança de que estas palavras sejam o inicio de uma guinada no vosso entendimento relativamente à minha candidatura, a par de minha plena juventude, pois estou comprometido unicamente com o firme propósito de renovar e aí dignificar ainda mais a OAB. Cordialmente, Leandro Pinto

SÃO PAULO, JULHO DE 2006. MANIFESTO. ...

Leandro Pinto (Advogado Autônomo - Comercial)

SÃO PAULO, JULHO DE 2006. MANIFESTO. Dr. RAUL HUSNI HAIDAR. Tens aqui a minha prolepse... Caríssimo, ao que pese a grande admiração que nutro por vossa senhoria, não só por seu trabalho junto a OAB, mas também por seu propósito de informar a nós, advogados, não posso permitir que displicentes comentários acometam a minha pessoa de maneira tão incisiva e desarrazoada. Não é novidade que umas das primeiras pessoas a quem me dirigi quando da formalização da chapa que presido fora Vossa Senhoria, e, se assim agi, foi com o intuito de participar-lhe com relação às propostas e objetivos traçados por nossa campanha à OAB-SP. Recentemente, em artigo firmado pelo senhor no CONJUR, intitulado “Eleições na OAB-SP” (datado de 1 de julho de 2006), sob meu prisma, houve o tecer de um infeliz comentário de vossa parte com respeito a minha pessoa, explicitando sua opinião acerca de minha juventude. Naquela oportunidade, por certo, não soou de bom tom, contudo não lhe teci comentário algum. Entretanto, o senhor aí não cessou... Em novel comentário, proferido por vossa senhoria em 16 de julho de 2006, senti tom extremamente tendencioso, que, não se limitando a afirmar falta de idade, extrapolou, foi além! Decretou, que me falta conteúdo! Digníssimo Haidar, pesadas são as palavras que lançaste contra a minha pessoa! Não cabe aqui discutir a respeito de seu juízo pessoal, até porque lhe é próprio, contudo posso lhe afirmar que minha idade é inversamente proporcional ao conteúdo programático a que detenho para minha gestão junto a OAB-SP. É notório que sobre a sua pessoa, corre grande autoridade política semeada ao longo de sua trajetória, contudo tal autoridade não lhe confere status de censor do próximo e tampouco de detentor do domínio maniqueísta sobre o bem e o mau! Se não é de conhecimento do caríssimo colega o ambicioso e arrojado programa que detenho para a OAB-SP, cumpre-me asserir que esperava desse amante da democracia perquirir sobre nosso extenso e caudaloso programa antes de afirmar em meio público que inexiste projeto. Dr. Haidar, em nossa esfera não cabe discussão a respeito do óbvio, fato que encerra o presente caso, pois se minha candidatura não contasse com embasamento programático e moral JAMAIS teria iniciado tal jornada, árdua e intensamente bloqueada. Aproveito para conferir a esse tão digno membro de nossa seleta classe, uma breve síntese de nossos projetos, aproveitando, ainda, para SUPLICAR direitos iguais para cobertura que, imagino, sua coluna irá dispensar ao pleito de nossa OAB-SP. Os ícones abaixo descritos são prolegômenos de nossos anseios quando na gestão de nossa tão honrosa classe. Apresento-me à Vossa Senhoria e também ao editorial do Conjur, para explicar e elucidar eventuais dúvidas que advenham de alguns de nossos projetos, alinhados na seqüência. RESENHA DA PLATAFORMA PARA A GESTÃO OAB-SP.2007-2009 1. Informatização e virtualização da OAB-SP. 2. Descentralização do poder da Seccional, com o intuito de democratizar o poder e assim disseminá-lo. 2.1. Desenvolvimento e implantação de 4 núcleos descentralizados, marcados por 5 grandes regiões como sejam: R1c. Central São Paulo, (Sé-central) R2. Sub-região 1. R3. Sub-região 2. R4. Sub-região 3. R5. Sub-região 4. 2.2. Maior autonomia às Subseções, e maior poder administrativo para prestar um serviço ágil e dinâmico aos membros de nossa classe. 3. Criação de uma TV OAB via Internet. 3.1. Programação própria, 24 horas no ar com conteúdo voltado para os operadores do direito. 3.2. Enfoque dos problemas jurídicos apontando soluções e debates on-line. 3.3. O projeto terá início via Internet, haja vista a ausência de um canal próprio da OAB-SP. 4. Requerer junto ao Governo Federal uma concessão de canal educativo com programação da OAB-SP, visando os profissionais do direito. 5. Criação da NET-TV-OAB-SP. 5.1. TV via Internet voltada para os operadores do direito com intercâmbio entre Advogados, Juízes, Promotores, Delegados como forma de integrar a OAB aos diversos ramos de interesse jurídico. 5.2. Desenvolvimento e criação de cursos on-line via intranet onde todos os advogados poderão ter acesso aos cursos de suas residências ou em qualquer parte do Globo 24 horas por dia. 5.3. Desenvolvimento de cursos preparatórios para os diversos concursos públicos que sejam de interesse dos colegas. 5.4. Programação via Internet com o intuito de atualizar e aprimorar os conhecimentos dos advogados acerca das novidades no mundo jurídico, com enfoque especial para concursos públicos e outras matérias de interesse do advogado. 6. Maior entendimento e interação entre a OAB e o Poder Judiciário. 7. Elaboração e atuação junto do Poder Legislativo como forma de aprimorar a legislação Pátria, temos como exemplo a modificação de nossa Constituição com respeito ao trabalho penitenciário e revisão da Lei de crimes hediondos, dentre outras. 8. Elaboração de convênio médico-dentário para a classe dos advogados. 9. Programa de valorização, atenção e suporte à MULHER-ADVOGADA, com o intuito de aprimorar e garantir às advogadas maior dignidade no exercício da profissão, segundo os seguintes projetos: 9.1. Implantação de centros de suporte a advogadas no interior dos fóruns, com monitores e apoio material para filhos e filhas de advogadas e advogados até 5 anos. 9.2. Desenvolvimento de programas gestacionais com interação e criação de cursos para advogadas gestantes. 9.3. Implantação de convênios com escolas infantis e berçários de primeira linha a serem vistoriados e certificados pela OAB-SP. 9.4. Criação de um centro pediátrico, em anexo ao centro clínico, na OAB central e em cada unidade descentralizada, totalizando 5 centros. 10. Implantação de centros médicos de clínica geral com o intuito de propiciar aos advogados e advogadas melhor qualidade de vida, com programas de autogestão de saúde clínica e programas geriátricos para os advogados da 3ª idade. 11. Fundação do Programa Advogado Filantropo. 12. Criação do desenho ANIMADO JUSTINHO, voltado para interagir com crianças e adolescentes, incutindo noções de cidadania, educação, moral e principalmente com função de criar consciência de direitos e deveres enquanto membros de sociedade. Haverão palestras com de noções de Direito Civil, Comercial, do Consumidor, Trabalhista, além de outros. 13. Gestão atuante junto do governo do Estado de São Paulo para aumentar a tabela de pagamentos a advogados, e, no mínimo, igualar a tabela de honorários existente na OAB-SP. 14. Internacionalização da OAB-SP, com abertura a custo zero de 5 centros de apoio e estudo em diferentes cidades do mundo: a priori serão 3 escritórios, locados estrategicamente nas seguintes cidades Miami, New York e Buenos Aires. 15. Desenvolvimento de seminários de direito internacional com o intuito de desmistificar o cenário mundial para os advogados. 16. Criação de cursos gratuitos de língua estrangeira para advogados, inicialmente de inglês e espanhol. No primeiro ano ao menos 3.000 (três mil) vagas no estado de São Paulo, (note-se que os fundos serão obtidos junto a ONGs e, portanto não terão custo para a nossa OAB-SP). 17. Iremos lutar no Conselho Federal para banir a palavra - VALIDADE - da carteira do advogado, pois advogado não pode e não tem prazo de validade. 18. Programa advogado AMIGO, que consiste basicamente em uma comissão de advogados experientes que emprestarão parte do seu tempo para ajudarem advogados menos experientes, respondendo questões sobre: 1. Ética. 2. Matérias jurídicas em geral. 3. Cobrança de Honorários. 4. Estratégias de atuação. 5. Compartilhar experiências profissionais, (o que é extremamente útil para o jovem advogado.) 6. Dúvidas em geral. Cumpre informá-lo, Digníssimo Colega, são apenas alguns dos projetos formulados por mim e pelos membros da chapa que tenho a honra de presidir, dentre eles o Dr. Leonardo Placucci, Dr. Ari Friedenbach, Dr. Juanribe Pagliarin, Dr. Nelson Corticeiro, Dr. Bernardo Szyflinger, e outros que depositam na minha pessoa a esperança de uma Renovação nas diretrizes da OAB. Assim, quando o Senhor se refere a minha pessoa como sendo um dos “oposicionistas profissionais. Quem sabe com o intuito de ganhar espaço na mídia com vistas a cargos eleitorais no futuro, quem sabe para tentar ocupar cargos na própria OAB, como resultado de futuras composições”, de fato, ataca não apenas a mim, mas todas as demais pessoas que viram na campanha que presido a potencialidade de renovar e criar alternativas, razão pela qual é também em nome da honra de cada um deles que me insurjo, aproveitando para rechaçar infundados e infelizes comentários. Quando Vossa Senhoria desdenha e desfaz ao citar que até o presente momento eu não havia apresentado proposta alguma, se contradiz, pois no altar da humildade foi ao Senhor que me dirigi primeiramente, disponibilizando tempo e idéias. Ao procurá-lo no inicio de minha caminhada, disponibilizei a Vossa Senhoria acesso ao site www.leandropinto.adv.br, em que apresento as plataformas basilares de minha campanha. Ademais, cabe salientar que o material de campanha está amplamente divulgado em todos os fóruns da capital, bem como em grande parte do interior. Finalmente, e agora com a alma cândida, finalizo a presente carta com a esperança de que estas palavras sejam o inicio de uma guinada no vosso entendimento relativamente à minha candidatura, a par de minha plena juventude, pois estou comprometido unicamente com o firme propósito de renovar e aí dignificar ainda mais a OAB. Cordialmente, Leandro Pinto

Ver todos comentários

Comentários encerrados em 23/07/2006.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.