Consultor Jurídico

Notícias

Marcado na pele

Tatuagem não pode impedir candidato de fazer concurso da PM

Comentários de leitores

7 comentários

É impressionante que ainda tenhamos, na atualid...

Alcides Vergara (Advogado Autônomo - Civil)

É impressionante que ainda tenhamos, na atualidade, de comentar sobre este tipo de assunto. Isso me parece bem mais que preconceito é total e completa ignorância (não que o mesmo também não o seja).

Há uns 30 anos, "chefinho" recém-promovido e qu...

Marchini (Outros - Internet e Tecnologia)

Há uns 30 anos, "chefinho" recém-promovido e querendo mostrar serviço, imperativamente mandei um "office-boy" cortar seu cabelo cuidadosamente tingido de vermelho, amarelo e azul; ele o fez mas reclamou no Departamento de Pessoal. Fui advertido por esse ato de, admito, ignorância e com certeza aprendí a lição. Esse "boy" tornou-se um ótimo profissional, enquanto que um outro, certinho, educadinho, cabelinho curto, foi demitido por violar lacres de malotes. É, realmente aparência não é prova de caráter nem de capacidade.

No mundo atual em que vivemos não podemos mais ...

Rafael (Estudante de Direito)

No mundo atual em que vivemos não podemos mais julgar pessoas que tenham tatuagens, pois em muitos ambientes e em qualquer classe social existem pessoas tatuadas. O importante são que as mesmas passaram,e que estão completamente capacitadas para exercer qualquer tipo de função, e mais aptas do que aquelas pessoas que não tem tatuagens e que efetivamente não passaram nas provas existentes.Isso é puro preconceito.

É indiscutível que a Carta Magna, logo no artig...

Jeff (Advogado Associado a Escritório - Tributária)

É indiscutível que a Carta Magna, logo no artigo 3o., inciso IV diz que um dos objetivos fundamentais da Republica Federativa do Brasil é promover o bem de todos, sem preconceitos de origem, raça, sexo, cor, idade e QUAISQUER OUTRAS FORMAS DE DISCRIMINAÇÃO. Portanto, toda forma de discriminação é vedada pela Constituição, de modo que não há como se admitir que colegas insinuem que "pessoas que possuem tatuagem muita das vezes estavam inseridas em ambientes não de muita estância" ou ainda que "a tatuagem é tida como indícios de delinquência". Estamos a ponto de acolher o preconceito e agasalhar a absurda idéia de que todos são culpados até que demonstre o contrário, raciocinando com julgamentos sumários sobre a vida pregressa da pessoa a partir de sua aparência, gostos ou modo de se vestir. Estamos no ano de 2006, basta dar uma volta pela cidade, pela praia, pelo Shopping, no cinema e inclusive em muitos lares, que encontrará uma pessoa tatuada. Estou estarrecido que assuntos como esse ainda encontre pauta no judiciário e, pior, ainda gere divergências.

Pior do que ter tatuagem na pele, é tatuar a me...

Rodrigo (Advogado Assalariado - Trabalhista)

Pior do que ter tatuagem na pele, é tatuar a mente com pré-conceitos. Estas últimas sim, difícieis de serem retiradas da mente, mas impossível sua extirpação de uma sociedade. Ficam marcadas para toda sua existência.

Pessoas que possuem tatuagem muitas das vezes...

Vidal (Professor)

Pessoas que possuem tatuagem muitas das vezes estão ou estavam inseridas em ambientes não de muita estância, portanto isto da má qualidade, respeito e confiança aos outros que necessitam e necessitarão quando os mesmos comparecerem, donde a população irá tramitar, que a policia não da mais valor as pessoas de boa indole e convivência.

A tatuagem é tida como indícios de delinqüência...

Matos (Advogado Autônomo)

A tatuagem é tida como indícios de delinqüência no conceito policial, portanto, data venia, a Colenda Câmara errou, eis que invadiu o direito discricionário da Administração Publica.

Comentar

Comentários encerrados em 31/01/2006.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.