Consultor Jurídico

Comentários de leitores

4 comentários

Execelente texto, tenho lido certas manifestaçõ...

Isaias  (Advogado Autônomo)

Execelente texto, tenho lido certas manifestações jurídicas em que tudo gira em torno da "tipicidade da conduta" e da legalidade em sentido estrito, teses mirabolantes que ficam a margem da realidade social. Prejudicando os direitos e garantias e retirando a real função da Carta Magna como norteadora ao intérprete.

ARY BORGES DE CAMPOS (São Bernardo do Campo) R...

ARY B.CAMPOS (Estagiário)

ARY BORGES DE CAMPOS (São Bernardo do Campo) Realmente, tem plena razão o Procurador LÊNIO em suas considerações, que, entretanto olvidou de acrescentar que tais estapafúrdias questões são também apresentadas nos Exames de Ordem da OAB.

Bem, não me espanta o déficit de realidade dos ...

Leandro Vilas (Servidor)

Bem, não me espanta o déficit de realidade dos manuais. A melhor obra de ficção contemporânea brasileira é a Constituição de 1988. Detalhe: nem promulgada havia sido e já era vilipendiada antidemocraticamente como confessou publicamente o autor do crime, Nelson Jobim, hoje Presidente do Supremo Tribunal Federal (agradeçam-lhe a inclusão da medida provisória, por sua conta e risco, no texto final). No mais, caro articulista, utilizar Marilena "o-mensalão-é-uma-invenção-da-imprensa-conservadora-e-da-direita" Chauí como referência em uma discussão sobre o descompasso entre a realidade e o discurso sobre a realidade é um tanto quanto fantasioso, não? Mas tudo está perdoado no país em que o estado da arte já chegou aos "recursos não-contabilizados" e aos generosos "empréstimos" que um publicitário faz para um partido político.

O artigo é excelente e as obras referidas são f...

Danilo Mansano Barioni (Assessor Técnico)

O artigo é excelente e as obras referidas são facilmente identificáveis por quem as tenha lido uma só vez. Explicar didaticamente qualquer assunto, por mais complexo que seja, não justifica, como brilhantemente sugerido pelo ilustre autor do texto ora em comento, apelar para o estapafúrdio. Doutra parte, é certo que enquanto os concursos públicos continuarem voltados a questões de tão alta indagação, como as referidas pelo Dr. Lenio Luiz Streck, muita gente ainda continuará sendo presa pelos furtos de bagatela ou coisas do gênero.

Comentar

Comentários encerrados em 17/01/2006.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.