Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Propaganda política

PSDB quer cortar 20 minutos da propaganda política do PT

O PSDB encaminhou nesta quinta-feira (22/2) representação acusando o PT de veicular propaganda que ridicularizou o prefeito de São Paulo, José Serra, e o governador Geraldo Alckmin. Os autos foram encaminhados ao corregedor-geral do TSE, ministro Humberto Gomes de Barros. A propaganda gratuita foi exibida no dia 21 de novembro passado, no rádio e na TV.

Os advogados dos tucanos, Milton Terra e Afonso Ribeiro, acusam o PT de infringir o artigo 45 da Lei dos Partidos Políticos, e pedem ao TSE a cassação de 20 minutos do programa político em bloco em cadeira estadual a que o PT tem direito.

De acordo com o PSDB, o programa do PT antecipou o horário eleitoral gratuito com objetivo de influir na opinião dos eleitores. Segundo o partido, durante a propaganda foram exibidas caricaturas de Serra e Alckmin com o propósito de denegrir a imagem deles perante os eleitores paulistas.

RP 882

Revista Consultor Jurídico, 23 de fevereiro de 2006, 15h38

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 03/03/2006.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.