Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Disputa acirrada

Mais de 200 candidatos disputam duas vagas de ministro no STJ

O Superior Tribunal de Justiça recebeu as listas com nomes de 201 desembargadores interessados e aptos a concorrer às duas vagas de ministro que estão abertas. A eleição das listas tríplices que serão enviadas ao presidente da República para escolha dos novos ministros será feita no dia 6 de março, às 16h.

O maior número de candidatos veio do Tribunal de Justiça de Minas Gerais, que relacionou 82 desembargadores interessados. Os tribunais do Maranhão, Piauí e Tocantins não encaminharam listas de candidatos. As vagas que serão preenchidas no dia 6 foram abertas com as aposentadorias dos ministros Franciulli Netto, no ano passado, e, mais recentemente, do ministro Sálvio de Figueiredo.

Cada lista conterá a indicação de três nomes para que o presidente da República indique um deles, que, após aprovação do Senado, será nomeado ministro do STJ.

O Regimento Interno do STJ prevê que, existindo duas ou mais vagas para ministro, como é o caso, o Tribunal possa decidir se as listas conterão cada uma três nomes distintos, ou se, composta a primeira com três nomes, a segunda será integrada pelos dois nomes remanescentes da lista anterior, acrescida de mais um nome. As escolhas se dão em sessão pública, mas a votação é secreta.

Confira quantos nomes cada estado indicou:

Acre — 3

Alagoas — 1

Amapá — 1

Amazonas — 8

Bahia — 2

Ceará — 2

Distrito Federal — 2

Espírito Santo — 16

Goiás — 1

Mato Grosso — 18

Mato Grosso do Sul — 5

Minas Gerais — 82

Paraíba — 9

Paraná — 1

Pernambuco – 22

Rio de Janeiro — 2

Rio Grande do Norte — 1

Rio Grande do Sul — 4

Rondônia — 2

Roraima — 1

Santa Catarina — 1

São Paulo — 16

Sergipe — 1

Revista Consultor Jurídico, 23 de fevereiro de 2006, 20h34

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 03/03/2006.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.