Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Show de funk

Promotor de show de funk é preso por desobedecer ordem de juizado

O promotor de eventos Devaldmir Nascimento de Oliveira foi preso, no último domingo (18/2), por permitir a entrada de adolescentes no show da funkeira Tati Quebra-Barraco, em Porto Velho. A entrada de menores de idade no evento já havia sido proibida pela Justiça.

Na sábado (17/2) antes do show, a juíza Úrsula Gonçalves Theodoro de Faria Souza, que responde pelo Juizado da Infância e da Juventude, proibiu a presença de menores desacompanhados por seus responsáveis. A proibição foi motivada por reincidência da casa de shows Kabana’s, onde Tati Quebra-Barraco se apresentaria, em vários atos infracionais administrativos, inclusive de débitos junto ao Juizado da Infância e da Juventude por multas aplicadas.

A decisão da juíza, no entanto, não foi respeitada por Oliveira. Segundo informações do chefe do Comissariado de Menores, Almir Rogério Gomes Rocha, foram encontrados cerca de 50 adolescentes na festa.

Revista Consultor Jurídico, 22 de fevereiro de 2006, 15h13

Comentários de leitores

3 comentários

Sou profissional da área de segurança privada, ...

Cruz (Prestador de Serviço)

Sou profissional da área de segurança privada, e entendo que o problema não é radio, tv ou dvd; Neste caso é o que acontece num ambiente como este, é o risco que estamos expondo estes adolecentes; O nosso sistema de governo "Graças a Deus" não é a anarquia onde cada um faz o que quer, embora como disse a nobre colega, deveria ser de responsabilidades dos pais, no entanto sabemos que ha pais que não valem nada, e seus filhos não devem sofrer as consequencias deste fato; Assim considero acertada a decisão da Justiça.

Me perdoem os incautos mas, educação vem do ber...

Luiz Antonio Mores (Advogado Sócio de Escritório - Civil)

Me perdoem os incautos mas, educação vem do berço. Portanto se os pais permitem que seus filhos participem desses shows, não se pode condenar quem os produz.E, a assertiva do colega Flavio Boniolo, é totalmente verdadeira. Uma nação se faz pelo seu povo e se ele é "anarfabeto" devemos pois jamais aceitar e sim sempre criticar

Do que adianta proibir a entrada de menores no ...

Flávio Boniolo (Advogado Autônomo)

Do que adianta proibir a entrada de menores no show. Está "artista" está em todos os canais de tv, frequenta todas as emissoras de rádios e seus discos e dvds estão a venda em todo o Brasil nas lojas e nos vendedores de piratas. Temos é que cortar o mal pela raiz, e não podar os galhos. Beethoven dizia que não podemos condenar os gostos musicais, mas que é através deles que conhecemos um povo.

Comentários encerrados em 02/03/2006.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.