Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Eleição na Corte

Lopes Leal será eleito presidente do TST nesta segunda

Os ministros do Tribunal Superior do Trabalho reúnem-se nesta segunda-feira (20/2), às 11h15, em sessão extraordinária do Pleno, para eleger os novos dirigentes do Tribunal. São candidatos naturais à Presidência do TST o atual vice-presidente, ministro Ronaldo Lopes Leal; à Vice-Presidência, o atual corregedor-geral da Justiça do Trabalho, ministro Rider Nogueira de Brito, e à Corregedoria-Geral, o terceiro ministro mais antigo do TST, Luciano de Castilho Pereira.

A sessão extraordinária do Tribunal Pleno será na sala de sessões do 6º andar do bloco B. De acordo com o regimento interno do TST, a votação é secreta e a nova direção deve ser eleita pelos votos da maioria absoluta. Os cargos de direção do Tribunal — Presidência, Vice-Presidência e Corregedoria-Geral — são preenchidos mediante eleição, na qual concorrem os ministros mais antigos da Corte, em número correspondente ao dos cargos, proibida a reeleição. A posse dos novos dirigentes do TST será definida após a eleição desta segunda.

Antes da eleição dos novos dirigentes, em outra sessão extraordinária do Pleno às 11h, os ministros deliberarão sobre questões relativas à posse dos novos quatro ministros do Tribunal Superior do Trabalho. A posse solene dos ministros Horácio Pires, Luiz Philippe Vieira de Mello Filho, Alberto Bresciani e Rosa Maria Weber será no dia 16 de março.


Revista Consultor Jurídico, 20 de fevereiro de 2006, 10h55

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 28/02/2006.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.