Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Fim de mandato

STJ escolhe vice-presidente para substituir Sálvio Figueiredo

O Pleno do Superior Tribunal de Justiça escolhe, na próxima quarta-feira (15/2), o nome do ministro que ocupará, até 5 de abril, a vaga deixada em aberto com a aposentadoria do ministro Sálvio de Figueiredo, que ocupava a vice-presidência do Tribunal.

Em 6 de março, um mês antes do término da atual gestão, o Plenário escolherá o presidente, vice-presidente e o diretor da revista, que trata da jurisprudência do STJ, para o período 2006-2008. A posse da futura administração deve ocorrer no dia 6 de abril.

Segundo o presidente da Corte, ministro Edson Vidigal, pela ordem de antiguidade o vice-presidente será o ministro Raphael de Barros Monteiro. Na mesma ocasião, o STJ vai eleger o ministro Peçanha Martins como diretor da revista, que sucederá o ministro Barros Monteiro.

“No dia 6 de março, vamos eleger o futuro presidente do STJ, o vice-presidente e o diretor da revista. Serão, pela ordem de antiguidade, o ministro Raphael de Barros Monteiro, o ministro Peçanha Martins e o ministro Humberto Gomes de Barros”, afirmou Vidigal.

Na mesma sessão em que se elegerá a próxima administração, será feita a escolha dos nomes que integrarão as listas para ocuparem as vagas de ministros do Tribunal abertas com as aposentadorias dos ministros Franciulli Netto e Sálvio de Figueiredo, ambas destinadas a membros de Tribunais de Justiça.

Revista Consultor Jurídico, 8 de fevereiro de 2006, 7h00

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 16/02/2006.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.