Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Defesa das prerrogativas

Corregedoria do TJ paulista fará audiências com advogados

A seccional paulista da OAB e a Corregedoria do Tribunal de Justiça de São Paulo firmaram parceria para que o corregedor-geral de Justiça, desembargador Gilberto Passos de Freitas, estabeleça um trabalho itinerante de audiências públicas pelo interior do estado para tratar das prerrogativas profissionais dos advogados. A primeira audiência ocorrerá na Sala do Tribunal do Júri da cidade de Avaré, na segunda-feira (13/2), às 15h30.

Para o presidente da OAB paulista, Luiz Flávio Borges D’Urso, a parceria com a Corregedoria consolida uma prioridade política da atual gestão de promover a defesa dos direitos e das prerrogativas da advocacia.

“Estas audiências com a presença do corregedor geral são, sem dúvida, o trabalho mais concreto que se produziu para aparar as arestas entre advogados e juízes, demonstrando o empenho da diretoria da seccional e da nova direção do Tribunal de Justiça nesse sentido”, diz D´Urso.

Segundo o presidente da Ordem de São Paulo, nunca se conseguiu tantos resultados em favor das prerrogativas profissionais, como agora. “As audiências públicas com a Corregedoria do TJ facilitarão o diálogo com os advogados, porque cada presidente de subsecção e cada advogado poderá levar sua pauta de reivindicação com os problemas do dia a dia diretamente ao corregedor, sem precisar se deslocar até a capital, podendo divisar uma solução efetiva”, afirma D´Urso.

Revista Consultor Jurídico, 7 de fevereiro de 2006, 20h37

Comentários de leitores

5 comentários

Magnífica a parceria, marco inicial de novos te...

Francisco Lobo da Costa Ruiz - advocacia criminal (Advogado Autônomo - Criminal)

Magnífica a parceria, marco inicial de novos tempos, de respeito recíproco e comunhão de ideais democráticos, ganhando o jurisdicionado. Aliás, outras medidas também caminham no mesmo sentido, conforme temos conferido desde que empossada a nova direção. Quero aqui lembrar que o Desembargador Passos de Freitas é sobrinho do saudoso J.J.ALVIM PASSOS, tido como o Príncipe da Advocacia Criminal, humanista de primeira linha e capaz de encantar todos aqueles que ao seu redor recebiam as lições das mais variadas modalidades. Quem teve a honra de conhecer o elegante e sedutor Dr. Passos, ao ver as mãos de seu dileto sobrinho terá a visão de sua semelhança, impressionante o cravo familiar, a ponto de emocionar, já que o incansável criminalista tinha muita expressão corporal e suas mãos complementavam e davam mais vida às suas sábias palavras. Parece-me ser o momento oportuno de prestarmos uma homenagem ao grande José Joaquim Alvim Passos, e nada melhor que emprestando seu nome para a "caminhada" em prol da salvaguarda das prerrogativas, dos cidadãos que são assistidos pelos advogados e também de todos aqueles que são elementos indispensáveis à distribuição de justiça. O quê acha, meu Presidente?

Mais uma vez a atual gestão da r. Seccional Pa...

Fabio Guedes (Advogado Sócio de Escritório - Família)

Mais uma vez a atual gestão da r. Seccional Paulista da OAB demonstra o quão importante é a defesa intransigente das prerrogativas profissionais do Advogado, prerrogativas que não representam privilégios e sim a garantia do respeito ao direito do jurisdicionado. Meus parabéns ao nosso Presidente, Dr. Luiz Flávio Borges D’Urso, extensivo aos demais dirigentes da nossa OAB/SP, pelo diuturno empenho na valorização da nossa profissão. Parabéns também ao Exmo. Sr. Dr. corregedor-geral de Justiça, desembargador Gilberto Passos de Freitas. Oxalá tivéssemos mais iniciativas similares.

Felicito o ilustre Desembargador Corregedor, pe...

Carlos Bianco (Consultor)

Felicito o ilustre Desembargador Corregedor, pela iniciativa. Tornar a Justiça, transparente, cordata, acessivel a todos, com o intuito de restabelecer os direitos democraticos do cidadao, sempre foi o anseio da sociedade. Nao posso dizer que exista a arrogancia dos ilustres juizes, infelizmente a legislaçao brasileira esta repleta de "buracos e falhas" que precisam ser revistos pelo congresso nacional. Gostaria muito que esta mesma iniciativa, fosse estendida aos cartorios, para "desencalhar" processos a espera do "julgo", fazendo-se tambem coro com o bom senso de procuradores e advogados que "emperram" o andamento dos mesmos, para se beneficiarem da letargia juridica.

Ver todos comentários

Comentários encerrados em 15/02/2006.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.