Consultor Jurídico

Comentários de leitores

9 comentários

Caro Dr.Antônio Cândido Dinamarco, a quem rendo...

Edgard Cruz Coelho (Juiz Estadual de 2ª. Instância)

Caro Dr.Antônio Cândido Dinamarco, a quem rendo minhas homenagens por sua reconhecida capacidade profissional, da qual sou testemunho. Não me preocupo com eventual vínculo político do novo Ministro com o Presidente Lula, desde que ele foi nomeado (não concursado) Juiz por Orestes Quercia, de partido político reconhecidamente de oposição ao PT. Deixou-me preocupado, sim, o artigo de Fernando Rodrigues no seu Blog da UOL, razão pela qual não deixe de consultá-lo.

NEM TUDO ESTÁ PERDIDO - esta é a sensação que s...

MIGUEL (Advogado Autônomo)

NEM TUDO ESTÁ PERDIDO - esta é a sensação que se tem ao ver o nome do desembargador Lewandowski para ministro do STF. Fui seu aluno de Direito na USP em 1982 e desde então passei a admirá-lo pela sua elevada capacidade intelectual e sua paixão pelo Direito, patente ao ministrar suas bases doutrinárias aos graduandos, com ênfase à ética, como um instrumento dignificador da pessoa humana. A política norteou a regra para alçá-lo nesta nova missão, mas sem dúvida não fará dele seu cego adepto, pois se isto ocorrer morrerá a história de vida de um grande homem. Parabéns mestre, seja muito feliz, pois todos nos orgulhamos de sua contribuição para a nossa formação.

Pelo que eu soube, o I. Desembargador teve uma ...

A.C.Dinamarco (Advogado Autônomo)

Pelo que eu soube, o I. Desembargador teve uma conversa com Lula, sobre as constantes decisões contrárias aos interesses do governo, no STF. Se isto é verdade, só posso admitir que o I. Desembargador "está na gaveta" ; e isto é uma vergonha para ele, para a OAB-sp, para São Paulo e para nossa Faculdade de Direito de São Bernardo do Campo. Ele tem que vir à público e esclarecer a coisa, sob pena de ficar sobre sua cabeça a triste pecha. acdinamarco@aasp.org.br

Peço licença para discordar de ilustres comenta...

Armando do Prado (Professor)

Peço licença para discordar de ilustres comentaristas, para dizer que o STF é um órgão eminentemente político, tanto que os seus membros são indicados constitucionalmente pelo Presidente da República. É conversa para boi dormir o tal grande saber jurídico, pois, aqui e nos EUA, não carece ser advogado ou bacharel para ocupar tal vaga. Aliás, ocupa a presidência do STJ, muito bem diga-se de passagem, um operador de direito formado tardiamente, sem que fosse um brilhante jurista ou conhedor. Tem o que todos deveriam ter: sensibilidade e pé na realidade.

Concordo com o Exmo. Sr. Dr. Juiz Valter Alexan...

nandozelli (Advogado Sócio de Escritório - Empresarial)

Concordo com o Exmo. Sr. Dr. Juiz Valter Alexandre Mena e acrescento que além de ser malévolo, o tal processo é por demais lento, formal e burocratizado. A única boa notícia é que foi escolhido um técnico, um verdadeiro Juiz e não um oportunista vestido de toga, com desejo de ser político. Realmente, é preciso revisar os conceitos e dar mais agilidade ao STF, pois, Nelson Jobim deixará uma herança nefasta.

Este é um país pobre, mas que desperdiça a pouc...

Valter Alexandre Mena (Juiz Estadual de 1ª. Instância)

Este é um país pobre, mas que desperdiça a pouca riqueza que tem: se antecipadamente é sabido que haverá vaga no STF, por que aguardar que a vaga seja aberta para somente depois ter início o longo processo de escolha-sabatina-nomeação-posse do novo Ministro? Isso somente se justifica na hipótese de morte repentina. Pode o Tribunal, atolado de serviço, ficar desprovido por longo tempo de um de seus membros, a dano da população? Isso já ocorreu no início do Governo Lula e o então Presidente do STF, Ministro Maurício Correa, pedia encarecidamente o preenchimento das três vagas abertas (e que até prejudicava o quorum de julgamentos). Se está confirmada a abertura de duas novas vagas, inicie-se já o processo de substituição (sirva de exemplo a troca do presidente do Banco Central americano), dando-se a posse do indicado e aprovado pelo Senado no dia seguinte imediato ao da saída do antecessor. Valter Alexandre Mena, Juiz de Direito em São Paulo.

Valeu a polêmica criada em torno da suposta atu...

olhovivo (Outros)

Valeu a polêmica criada em torno da suposta atuação política do min. Jobin. O governo ficou constrangido em indicar um político para a vaga no STF. Indicou um técnico altamente qualificado, pelo que mostra seu currículo.

Fui aluno do Desembargador Enrique Ricardo Lewa...

Eneas de Oliveira Matos (Advogado Sócio de Escritório)

Fui aluno do Desembargador Enrique Ricardo Lewandowski no primeiro ano do Largo de São Francisco e ele foi um excelente professor de TGE. Tenho certeza que será também um excelente Ministro. Mais uma boa escolha do Presidente para o STF. Eneas de Oliveira Matos. www.oliveiramatos.com.br

Por ser desembargador por São Paulo, o Doutor E...

Dalben (Advogado Autônomo)

Por ser desembargador por São Paulo, o Doutor Enrique certamente tem ciência do caos que assola a justiça por aqui. Talvez em Brasília (se for aprovada sua indicação) ele terá alguma condição e sabedoria para melhorar os reclamos dos jurisdiconados. Evidente que fico com um pouco de cisma. Se aqui em SP ela nada fazia para melhorar o atendimento e a prestaçao jurisdicional, será que irá fazer algo de bom em Brasília? Vamos ter, ainda mais uma vez, que pagar para ver. Até lá, vai ser muito azar do cidadão, se precisar da justiça. E os advogados também vão continuar sofrendo muito para dar explicações aos clientes, do porque que a justiça nunca vem. Espero que o o Eminente desembargador não vá para lá já viciado ou irmanado com os demais petistas que lá já estão, e nada fazem para melhorar o sistema judiciário brasileiro. Não nutro muita esperança, não. Espero que o tempo mostre que eu não tinha razão. Só torcendo. (e rezando).

Comentar

Comentários encerrados em 14/02/2006.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.