Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Lar, doce lar

Sérgio Renault deixa o governo e volta a advogar em 2007

O advogado Sérgio Renault se desligou oficialmente do cargo de Subchefe para Assuntos Jurídicos da Casa Civil da Presidência da República e voltará a atuar em seu escritório de advocacia, em São Paulo. No começo do mês de dezembro, o advogado já tinha recusado o convite para comandar a Advocacia-Geral da União no próximo ano.

Sérgio Renault foi secretário da Reforma do Judiciário e um dos responsáveis pelo Pacto de Estado em Favor de um Judiciário mais Rápido e Republicano, documento firmado entre os representantes dos três poderes.

Faziam parte do Pacto, 26 projetos que compunham a reforma infraconstitucional. Destes projetos, nove já viraram leis que acabaram com atos considerados protelatórios e racionalizam o julgamento de casos repetitivos.

Renault deixou a Secretaria da Reforma do Judiciário e assumiu o departamento de Assuntos Jurídicos do governo em 3 de agosto passado. No lugar dele, tomou posse o advogado Pierpaolo Cruz Bottini, que se mantém no cargo.

Revista Consultor Jurídico, 26 de dezembro de 2006, 18h38

Comentários de leitores

3 comentários

O menino podia ao menos se penitenciar numa qua...

Rubão o semeador de Justiça (Advogado Autônomo)

O menino podia ao menos se penitenciar numa quarentenazinha de uns 5 anos não? Mas, sem agir por interposta pessoa!

Essa matéria mais parece propaganda direcionada...

João Ricardo Ayres da Motta (Advogado Sócio de Escritório - Civil)

Essa matéria mais parece propaganda direcionada do que uma reportagem de cunho jornalístico. Uma pena.

O Brasil perde com a saída de Sérgio Renault um...

toron (Advogado Sócio de Escritório)

O Brasil perde com a saída de Sérgio Renault um grande talento. Um homem sério, honesto e competente. Embora triste com a despedida de Renault, no passado conhecido como "seu Agenor", da vida pública, devo dizer-lhe que é muito benvindo à advocacia. Diretamente de Paraty, Alberto Zacharias Toron, Conselheiro Federal da OAB

Comentários encerrados em 03/01/2007.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.