Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Renascer em liberdade

STJ suspende ordem de prisão dos fundadores da Renascer

Por 

Está suspensa a ordem de prisão contra os fundadores da Igreja Renascer em Cristo, o casal Estavam Hernandes e bispa Sônia Hernandes. A decisão, liminar, é da ministra Laurita Vaz, da 5ª Turma do Superior Tribunal de Justiça.

O casal é acusado pelo Ministério Público de lavagem de dinheiro, falsidade ideológica e estelionato. Parte de seus bens está bloqueada pela Justiça. Segundo a denúncia, os fundadores formaram uma rede de empresas que misturava atividades lícitas e ilícitas para se apropriar de dinheiro dos fiéis da igreja.

Para o MP, o apóstolo Hernandes comanda um grupo que funciona em moldes piramidais — fundador-presidente, diretores (bispos), gerentes (pastores), chefes-gerais e o povo, que seria o cliente (vítima) da organização.

A 1ª Vara Criminal de São Paulo já havia determinado o bloqueio de bens e contas bancárias dos fundadores da Renascer. O casal recorreu ao Tribunal Justiça de São Paulo com a alegação de constrangimento ilegal. Motivo: após receber a denúncia, a primeira instância teria determinado o formal indiciamento dos réus sem motivo justo. O pedido foi negado. Na semana passada, a 5ª Turma confirmou a decisão.

Ainda no curso do processo foi marcada uma audiência de instrução. O apóstolo Estavam Hernandes não pôde comparecer e justificou a ausência com um atestado médico. Mesmo assim, a 1ª Vara Criminal decretou a prisão do casal.

Contra a ordem, um pedido de Habeas Corpus foi ajuizado no TJ paulista. Os desembargadores negaram o HC e o caso chegou ao Superior Tribunal de Justiça, onde a liminar foi concedida.

O advogado do casal, Luiz Flávio Borges D´Urso, presidente reeleito da OAB paulista, explica que a liminar foi deferida porque o decreto de prisão não mostrou nenhum motivo justificável. “Ausência de um ato processual do acusado por levar, no máximo, à decretação da revelia. No caso concreto, o apóstolo não compareceu por um motivo relevante”. O processo está sob segredo de Justiça.

 é repórter da revista Consultor Jurídico

Revista Consultor Jurídico, 19 de dezembro de 2006, 18h35

Comentários de leitores

43 comentários

Caramba! Acabei de ler os comentários agora...

Richard Smith (Consultor)

Caramba! Acabei de ler os comentários agora. É uma coisa de louco, verdadeiramente! O fanatismo ressuda em todas as mensagens dos renasceristas. É um tal de "poder" para cá, "poderosa" para lá e para mim fica a dúvida: se todas as intervenções do "apóstolo" e da bisca, digo "bispa" são envoltos em tanto poder assim, porque escafederam-se eles, ante o simples mandado de prisão de um juiz terreno, AUTORIDADE a qual aliás, manda Nosso Senhor que seja obedecida? E você, meu caro Capa e espada, que me tem na conta de um desocupado espiritual, deseja que eu adentre a um "templo" renascerista a fim de que eu conheça a fé. Se liga rapá! Eu sou católico apostólico romano e comungo a MESMA fé dos Apóstolos (aqueles, de verdade!), dos Mártires, dos Santos que derramaram o seu sangue em testemunho (mártir = testemunha, em grêgo) da Fé e da Igreja de dois mil anos. Não precisei de nenhum "empresário" (no mau sentido) da Fé, para a minha revelação! Seja menos soberbo e mais respeitoso! E antes que você reclame de que eu não sou respeitoso com os ESTELIONATÁRIOS (palavra dos promotores, não minhas) de sua "igreja", deixe que eu lhe diga uma coisa: respeito se dá a quem merece!

Alex, Espero que o nosso amigo A.G. Moreira,...

Rodrigo (Bancário)

Alex, Espero que o nosso amigo A.G. Moreira, tenha o mesmo caminho de Saulo. Eu creio. A única alternativa de algumas pessoas é nos acusar dizendo que nossas Igrejas roubam dinheiro, iludem irmãos, etc. Caia entre nós, isso não cola mais. São 1.500 templos, centro de recuperação para dependentes quimicos se tratarem gratuitamente, televisão no Brasil, televisão no exterior, rádios em todo país, casa lar para crianças, casa para idosos, reconhecido trabalho assistencial, etc, etc, etc. Aí está o dinheiro que eles procuram. Daí, falam do haras do Apóstolo, dos cavalos, etc. Ora, se eu trabalho, tenho condições de comprar uma apartamento na praia, uma chácara, um sítio, por que o Apóstolo não tem esse direito? É o que eu falei anteriormente: "Pesquisem sobre a vida dele". Todos estão o acusando, ele era alto executivo da Xerox do Brasil, e o Estadão publicou que ele era ex corretor de imóveis... PIADA! Onde está a credibilidade do jornal? Onde está a ética que os jornalistas e profissionais de imprensa que tanto se gabam de ter? Os evangélicos sempre foram perseguidos, foram tratados como caretas, como bobalhões, por que falam de Deus, de Jesus, sempre teve preconceito... mas, eu te pergunto: "Contra quem é o preconceito? Contra os evangélicos? Só por que eles falam de Deus? Seguindo esse raciocínio, vejo que o preconceito não é contra os evangélicos, mas contra DEUS! Sinceramente, não quero estar na pele dessas pessoas quando Deus pesar a mão. Abraços Rodrigo

A.G. Moreira (Consultor): Na sua ótica, quai...

Rodrigo (Bancário)

A.G. Moreira (Consultor): Na sua ótica, quais são as palavras de Cristo? Alguma vez você já entrou em uma Igreja Renascer? Rodrigo

Ver todos comentários

Comentários encerrados em 27/12/2006.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.