Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Forças unidas

Pilotos querem impedir venda de empresa aérea nos EUA

Por 

Sindicatos canadenses de pilotos de avião estão se unindo para tentar barrar judicialmente a venda da empresa Qantas Airways. As informações são do site FindLaw.

A Qantas já tornou público que deve aceitar, semana passada, US$ 8,6 bilhões para entregar seu controle a um consórcio formado pelo banco australiano Macquarie Bank e pelo Texas Pacific Group, um grupo clássico de investimentos em aviação, com base em Forth Worth, Texas. As ações da Qantas subiram 33% desde que se especula essa venda.

Peter Sommerville, gerente geral da entidade de classe que engloba pilotos das Austrália e de todo mundo, a International Pilots Association, diz que a única opção da categoria é brecar judicialmente a venda, mediante oferta de compra da empresa por parte dos pilotos.

Mas ele teme que os 2,5 mil pilotos da Qantas só consigam levantar fundos para comprar 1% das ações da empresa. Para que haja uma oferta de classe judicialmente negociável, a categoria deveria ter em caixa pelo menos 10% do valor das ações. “As pressões econômicas decorrentes dessa oferta estão fazendo cair o nível dos serviços da Qantas”, alertou Peter Sommerville.

 é repórter especial da revista Consultor Jurídico

Revista Consultor Jurídico, 19 de dezembro de 2006, 10h51

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 27/12/2006.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.